Header Ads

Main

Auto Sueco prevê crescimento de 50% nas vendas de ônibus

















 Empresa aposta na alta demanda do segmento de fretados e na tecnologia dos ônibus híbridos para elevar volume de chassis comercializados

Fernando Ferreira, Diretor Executivo da Auto Seco SP.
 A Copa do Mundo e a necessidade de um transporte coletivo mais eficiente e sustentável aumentam as expectativas da Auto Sueco São Paulo com relação ao mercado de ônibus. A empresa estima um crescimento de 50% em 2014, com o início das vendas de ônibus híbridos elétricos e ampliação na atuação do setor de fretados na capital.

 “Os grandes eventos que se aproximam vão impulsionar o mercado de ônibus rodoviários e de fretamento. Sabemos que o empresário de ônibus está mais racional para a compra de uma frota. Ele leva em consideração diversos fatores, como economia e facilidade de operação. Com as tecnologias desenvolvidas pela Volvo e a qualidade do nosso pós-vendas, esperamos aumentar a participação do segmento de fretado de 20% para 30% do total de negócios de ônibus”, afirma o diretor executivo da Auto Sueco São Paulo, Fernando Ferreira.

 Esse reconhecimento vem se confirmando nos últimos anos, com o aumento na venda de Planos de Manutenção Ouro, que prevê a troca de componentes, revisão e consertos programados. “Em 2013, dos 200 chassis que vendemos, metade foi negociada com o Plano de Manutenção Ouro, diminuindo o custo operacional e a satisfação dos frotistas e usuários”, destaca Fernando Ferreira.

 O transporte público mais eficiente também está no foco da Auto Sueco São Paulo, que está para fechar os primeiros contratos de ônibus híbridos elétricos. A tecnologia será a solução para reduzir a emissão de poluentes no transporte público paulistano.

 “Os modelos da Volvo usam tecnologia com motores elétrico e diesel que funcionam em paralelo. Quando o ônibus está parado, mas ligado, e até 20 quilômetros por hora, quem traciona o veículo é o motor elétrico. São os momentos que um ônibus convencional mais polui. A partir de 20 quilômetros por hora, a tração é pelo motor diesel. A energia que não é usada na frenagem é recuperada e vai para baterias. Estes veículos, que possuem motores elétrico e diesel, podem reduzir a emissão de poluentes entre 50% e 80%, dependendo do material lançado no ar, e diminuir em mais de 30% o consumo de óleo diesel”, explica Fernando Ferreira.

Via Auto Sueco.
Tecnologia do Blogger.