Header Ads

Main

Mercedes-Benz realiza ação de vendas para transportadores que operam na Ceasa de Recife




















 Parceria da fábrica com seu concessionário Rodobens Caminhões, ação de vendas será realizada entre os dias 25 e 27 de março
 
 Com nova edição do programa “Estrelas do Brasil – Circuito Ceasa”, a Mercedes-Benz volta a atender os clientes em seus próprios locais de operação, oferecendo soluções rentáveis para empresas e autônomos que atuam nas unidades da Ceasa
  
Condições atrativas para caminhões e veículos Sprinter, bem como para produtos e serviços de pós-venda, são destaques do Circuito Ceasa
  Veículos da marca asseguram reduzido custo operacional, ampla capacidade de carga e agilidade no trânsito, vantagens essenciais para transportadores e operadores das centrais de abastecimento

 A Mercedes-Benz, em parceria com o seu concessionário Rodobens Caminhões, dará prosseguimento em Recife, entre os dias 25 e 27 de março, à edição 2014 do programa “Estrelas do Brasil – Circuito Ceasa”. Esta ação de vendas de caminhões e veículos comerciais leves Sprinter, dirigida a empresas de transporte, profissionais autônomos e operadores das centrais de abastecimento, será realizada na Ceasa Pernambuco, localizada à Rodovia BR 101 Sul, km 70, bairro do Curado, na cidade de Recife.

  “Essa nova edição do Circuito Ceasa reafirma o propósito da nossa marca de ir ao encontro do cliente onde ele está”, afirma Gilson Mansur, diretor de Vendas e Marketing de Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil. “Os transportadores e autônomos das centrais de abastecimento cumprem uma jornada bastante puxada, daí nosso objetivo de ir até eles em seus próprios locais de operação para apresentar uma solução completa em transporte de carga e mercadorias, tendo por base a maior linha de caminhões e comerciais leves do mercado e o mais abrangente pacote de produtos e serviços”.

 Durante os três dias de cada etapa do Circuito Ceasa, serão oferecidas condições atrativas para aquisição de caminhões leves Accelo, médios e semipesados Atego e Atron, assim como para furgões e chassis Sprinter. Estas famílias de veículos incluem modelos consagrados junto aos transportadores que atuam nas unidades da Ceasa, entre eles versões VUC, que asseguram maior flexibilidade de utilização, podendo circular em zonas de restrição de grandes cidades.

 No estande criado especialmente para o Circuito Ceasa, os clientes e visitantes poderão conferir também novidades e destaques sobre produtos e serviços de pós-venda da Mercedes-Benz, como ampla oferta de peças genuínas, a linha RENOV de peças remanufaturadas, contratos de manutenção e garantia adicional, entre outros.

 “O setor atacadista e varejista caracteriza-se por uma demanda aquecida ao longo de todo o ano, em função do abastecimento de frutas, legumes e verduras para feiras livres, supermercados e diversos outros pontos do comércio”, ressalta Gilson Mansur. “Nesse sentido, as unidades da Ceasa oferecem ótima oportunidade para esse tipo de evento, devido à grande concentração de motoristas, tanto locais quanto de outras cidades, uma vez que as centrais abastecem diversas outras localidades”.

Ágil, econômico e versátil, Accelo é ideal para as cidades

 Com atributos como agilidade, versatilidade e baixo custo operacional, o caminhão leve Accelo da Mercedes-Benz – nas versões 815 para 8 toneladas de PBT e 1016 para 10 toneladas – é a melhor solução para o transporte e a distribuição urbana de cargas e produtos, como também para curtas distâncias rodoviárias. Devido a suas dimensões compactas, ele é perfeito para o trânsito intenso das grandes cidades, atendendo às legislações de restrição de circulação, como a categoria VUC (Veículo Urbano de Carga) de São Paulo.

 Com 3º eixo montado por implementadores do mercado, o Accelo 1016 foi o primeiro caminhão leve a alcançar 13.000 kg de PBT. Esta característica exclusiva resulta em cerca de 9.000 kg de carga útil mais equipamento, capacidade maior do que a oferecida até mesmo por caminhões médios 4x2 de outras montadoras. Aliado a isso, por ser um caminhão compacto com plataforma de carga baixa, fácil acesso à cabina e reduzido círculo de viragem, o Accelo 1016 proporciona mais agilidade e produtividade na distribuição urbana”.

 O Accelo 1016 é também o único VUC que permite o transporte de 6 paletes altos de 1.250 kg para 42 caixas de bebidas cada um. Isso significa que o cliente leva mais carga por viagem, 42 caixas a mais, aumentando em 20% a produtividade no transporte, ou seja, proporcionando mais rentabilidade para os seus negócios.

A mais recente novidade do Accelo 1016 foi a introdução do sistema ABS como item de série.

 Na versão com distância entreeixos de 4,4 metros, o Accelo 1016 permite o uso de carroçarias com o maior comprimento do mercado: 6,6 metros (4x2) ou 8,2 metros (6x2). Além disso, o Accelo 1016, assim como o Accelo 815, com entreeixos de 3.100 mm, permitem a utilização da maior carroçaria de caminhões VUC do mercado, de 4,5 metros de comprimento, sem necessidade de qualquer retrabalho pelo implementador. Com isso, asseguram o transporte de grandes volumes e elevada capacidade de carga útil, proporcionando produtividade máxima para o transportador.

 Com cerca de 20 m³ de capacidade volumétrica de carga, o Accelo VUC transporta o equivalente a duas caminhonetes asiáticas com baú de 3 metros de comprimento. E quando se fala em peso, a capacidade de carga útil do Accelo 1016 com 3º eixo substitui até cinco destas caminhonetes. Ou seja, o caminhão leve Mercedes-Benz faz menos viagens para a mesma quantidade de carga, reafirmando a sua alta produtividade e reduzindo os custos do cliente.

Atego assegura produtividade e versatilidade na cidade e na estrada

 Os caminhões médios e semipesados da família Atego são reconhecidos pela alta qualidade, flexibilidade de aplicações, resistência, durabilidade, reduzido consumo de combustível, menor custo operacional e ampla disponibilidade para o trabalho. Dessa forma, proporcionam excelente custo/benefício e produtividade para as atividades de transporte dos clientes, gerando maior rentabilidade para seus negócios.

 Entre as vantagens proporcionadas pelos caminhões Atego destacam-se os benefícios da avançada tecnologia BlueTec 5, como os motores até 6% mais econômicos e maiores intervalos de troca de óleo e de manutenção preventiva.

 Todos os caminhões Atego da Mercedes-Benz vêm equipados, de série, com o exclusivo freio-motor Top Brake e agora com freios ABS, oferecendo maior segurança e eficiência de frenagem, sem perder a dirigibilidade. Além disso, asseguram menor desgaste dos componentes do sistema de freio e dos pneus.

 A família Atego posssui a maior variedade de versões de cabinas para atender o segmento de caminhões médios e semipesados. São quatro opções disponíveis (Standard, Estendida, Leito Teto Baixo e Leito Teto Alto), que se adequam às necessidades de cada tipo de cliente e aplicação. Independente do tipo de cabina, os caminhões Atego permitem a utilização das maiores carroçarias do mercado, com comprimentos máximos legais, por exemplo, de 8,70 metros a 9,20 metros, no caso do entreeixos mais comercializado de 4.770 mm, nas versões 6x2, dependendo da cabina utilizada.

Atron é reconhecido pela força, robustez e resistência no transporte

 Os caminhões médios e semipesados da família Atron da Mercedes-Benz – entre eles o Atron 2324 6x2 em destaque no Circuito Ceasa – são legítimos representantes da tradição da marca no fornecimento de veículos robustos, resistentes, fortes, econômicos e com reduzido custo operacional. Eles atendem a múltiplas aplicações e oferecem o essencial para realizar o trabalho de maneira eficiente, com máxima disponibilidade.

 Graças à consagrada qualidade, confiabilidade e durabilidade, esses caminhões contam com ótimo valor de revenda, potencializando a excelente relação custo/benefício do produto. O freio ABS também passou a ser item de série do Atron.

Sprinter é referência de mercado em agilidade e custo operacional
 A linha de veículos comerciais leves Sprinter da Mercedes-Benz é referência de mercado em qualidade, agilidade, tecnologia, segurança e custo operacional, oferecendo também elevado padrão de conforto e alto nível de equipamentos.

 A família de veículos Sprinter é formada pelos modelos 311 CDI Street (PBT de 3,50 ton), 415 CDI (3,88 ton) e 515 CDI (5 ton), contando com um amplo portfólio de 50 modelos.

 A oferta de furgões Sprinter abrange diversas opções de capacidade volumétrica de carga, que vão de 7,5 m³ a 15,5 m³. A maior porta lateral corrediça da categoria, com até 182 cm de altura e 130 cm de largura, permite o fácil carregamento de um palete pela lateral do veículo, o que também pode ser feito pela porta traseira, agilizando e otimizando a operação logística.

 A abertura de 270 graus da porta traseira e a exclusiva versão com portas corrediças nas duas laterais do veículo ampliam notavelmente as possibilidades de carga e descarga em locais estreitos e de difícil acesso. Com duas opções de alturas internas (1,65 e 1,94 m) e quatro comprimentos (5.245 / 5.910 / 6.945 / 7.345 mm), a linha de furgões Sprinter assegura múltiplas escolhas e maior produtividade.

 Robusto e resistente, o chassi com cabina da linha Sprinter está apto para a implementação de vários tipos de carroçarias e equipamentos. Para o caso de baús, forte aplicação do veículo, permite capacidade volumétrica de carga até 22 m³ e, principalmente, o aproveitamento de 100% da capacidade volumétrica de carga.

 O furgão e o chassi Sprinter 311 CDI Street são registrados como caminhonetes e podem ser conduzidos por motoristas com carteira de habilitação CNH B. Estes veículos podem circular livremente pelas vias das grandes cidades, mesmo em zonas de restrição, como na cidade de São Paulo, respeitando apenas o rodízio municipal de veículos, o que proporciona mais vantagens logísticas para o segmento.

 Graças a esse diferencial, os proprietários podem utilizar a Sprinter Street para o trabalho a qualquer hora do dia e em qualquer área da cidade, respeitando apenas regras de circulação municipais, tais como o rodízio de placas na cidade de São Paulo. Isso resulta em mais disponibilidade para o transporte e, consequentemente, maior lucratividade para o cliente.

Tecnologia do Blogger.