Header Ads

Main

Motor campeão FPT Industrial estreia na Fórmula Truck 2014




















O Cursor 13, que equipa a Scuderia Iveco, campeã de 2013, passou por novas adaptações para atender o regulamento deste ano e superar as expectativas.

Beto Monteiro. Campeão de 2013.
 No próximo dia 16 de março, o motor Cursor 13 da FPT Industrial, que equipa os caminhões da Scuderia Iveco, faz sua estreia na temporada 2014 da Fórmula Truck. A primeira etapa do Campeonato Brasileiro será no Autódromo Internacional Ayrton Senna, na cidade de Caruaru, Estado de Pernambuco.

 “Fizemos uma excelente campanha em 2013 e o Cursor 13 garantiu a performance que culminou a vitória da equipe. Em 2014 melhoramos ainda mais a alta tecnologia do motor alinhada ao robusto caminhão Iveco Hi-Way para garantir o sucesso em todas as etapas”, declarou o Diretor de Engenharia de Produto da FPT Industrial, Helton Lage.

 O motor, que equipou o campeão de 2013 Iveco Hi-Way número 88, pilotado por Beto Monteiro, passou por mudanças para se adaptar às normas instituídas pelo torneio este ano. O novo regulamento, regido pela Confederação Brasileira de Automobilismo, aboliu o uso do catalisador nos motores, trazendo às equipes o desafio de limitar a emissão de fumaça pelo caminhão por meio da injeção de combustível. O objetivo dessa mudança, pedida pelas próprias equipes, é diminuir o risco de quebra do motor.

 Além disso, o novo regulamento também limita a entrada de ar pelo turbo para pressurizar o motor, sendo necessário diminuir o diâmetro de entrada da turbina, que será vistoriada antes e depois das provas para garantir o cumprimento da norma.

 A fim de atender às novas regras e ao mesmo tempo garantir a mais alta performance no circuito para o caminhão, a FPT Industrial adaptou o Cursor 13, mudando a abertura da turbina em cumprimento à limitação da entrada de ar. O gerenciamento eletrônico do motor também sofreu novas calibrações e redefinições em seus periféricos, com o objetivo de garantir a redução de emissões durante a prova.

“Para 2014, o Cursor 13 foi aprimorado ainda mais nos seguintes itens: sistema de refrigeração aperfeiçoado e os pistões foram transformados de maneira a suportar cada vez mais a alta temperatura das provas. Sua potência foi mantida em 1.100 cv”, explica Lage.

 Outras alterações já haviam sido realizadas na temporada passada, como a adoção de snorkel dimensionado e sem filtragem fina para aproveitar o ar mais limpo e frio, e otimizar o intercooler. Houve também a retirada de materiais do bloco e sub-bloco, para tornar os motores mais leves em aproximadamente 100 quilos.

 Em 2013, o piloto Beto Monteiro foi Campeão Sul-Americano de Pilotos e Marcas e Campeão da Fórmula Truck, liderando a classificação geral e encerrando o campeonato brasileiro com 149 pontos, 16 pontos à frente do segundo colocado. A Scuderia Iveco manteve seus dois pilotos no “Top 10” da classificação: o pernambucano Beto Monteiro foi o líder praticamente o ano todo, enquanto seu companheiro Valmir Benavides, o “Hisgué”, manteve a 7ª colocação, com 87 pontos.

Via FPT Industrial
Tecnologia do Blogger.