Header Ads

Main

Um termo define um caminhoneiro?







  Hoje vivemos em uma mudança constante no mundo dos transportes e dos caminhões, constantes lançamentos de produtos. Mas a cabeça de alguns jovens ou de até certos caminhoneiro experientes, não mudam, ficam preso a certas ideias e referências que não trazem nada de bom para eles. Seguem exemplos poucos construtivos e ainda apoiam certas manobras arriscadas, a chamada "quebra de asa", ressaltando não estou falando de todos os caminhoneiro nem todos os jovens que querem ser caminhoneiros.

 Um certo termo chamado de "cururu", que segundo o dicionário Michaelis é: designação popular dada aos grandes sapos do gênero Bufo, sendo Bufo marinus a espécie mais comum no Brasil, é utilizado para se designar caminhoneiros sérios, que não apoiam essa manobras arriscadas, nem o uso de drogas para ficar acordado.

 Isso é uma tremenda falta de respeito com os verdadeiros caminhoneiros, pois ao invés de ingerir o "rebite" eles param para descansar evitando certamente a ocorrência de acidentes e problemas de saúde.

 Esse termo também é designado a caminhoneiros que não escutam um tipo de som. Pessoal todos tem o direito de ouvir o que quer, ser o que quiser não devemos recriminar ninguém somente por não agir e escutar a mesma coisa que você. Esse termo não vai fazer nenhuma diferença e nem vai alterar a postura do profissional, então porque utilizar isso? Não tem nada haver com a maravilhosa profissão que é ser um caminhoneiro. Ser um verdadeiro caminhoneiro é respeitar os limites do corpo e do caminhão, é evitar ao máximo acidentes, cuidar do caminhão, respeitar as leis de trânsito e entre outros.

 Então, a utilização de termos parecido e iguais a esse não vai alterar em nada a posturar da pessoa e um verdadeiro caminhoneiro não vai deixar os seus costumes na estrada por causa de uma nova geração que vem pela frente.

Texto: Lucas Coelho, colunista do Midia Truck Brasil.
Tecnologia do Blogger.