Header Ads

Main

Futuro sem acidentes é a meta da Mercedes






 Matéria de Felipe Boutros para o Carro&Cia do Jornal O TEMPO.  


 Marca alemã mostra como, pelo menos na Europa, a segurança dos caminhões está evoluindo com a ajuda da eletrônica

 Durante o Safety Campus, evento promovido pela Daimler para mostrar a sua tecnologia voltada para segurança, o CEO da divisão de caminhões e ônibus da Daimler, Wolfgang Bernhard, declarou que a visão da empresa, que controla, entre outras marcas, a Mercedes-Benz, é de um futuro sem acidentes.

 “Um caminhão de 40 toneladas viajando a 80 km/h tem a mesma energia cinética de um carro de passeio médio andando a 400 km/h. No caso de um acidente com toda essa energia acumulada, sistemas de segurança passiva não podem fazer muita coisa”, explicou o executivo. “A única resposta é um sistema de segurança ativo, que previne acidentes”, completou, ressaltando que a Mercedes é pioneira em tecnologias de segurança.


 Bernhard destacou que a Daimler, a partir de pesquisas, detecta quais são os tipos de acidentes mais comuns com veículos pesados no cotidiano. E o mais frequente é a colisão traseira. Por isso, um dos destaques entre as tecnologias que a marca oferece é o Active Brake Assist (ABA). Ela permite que o caminhão pare completamente, de maneira autônoma. De acordo com a Daimler, a presença do equipamento já reduziu de maneira significativa o número desse tipo de acidente. Em um próximo estágio, o ABA irá detectar pedestres e ciclistas.

Veja vídeo do ABA em ação



 Outro dispositivo de segurança já utilizado pela marca é o Lane Keeping Assist, que avisa ao motorista, por meio de sinais sonoros, quando ele está deixando a sua faixa de maneira involuntária – ou seja, quando o motorista não demonstra essa intenção sinalizando com o uso de setas. A evolução do equipamento permitirá que ele mantenha o veículo ativamente em sua trajetória.

 Atualmente, a Daimler está trabalhando para que, em breve, os caminhões sejam ocupados com sensores que indicarão a presença de carros e pessoas nos pontos cegos, o que, de acordo com a marca, poderá reduzir até pela metade todos os acidentes com pedestres e ciclistas nas cidades.

 A marca alemã também destacou a presença do controle de estabilidade (ESP) em seus modelos desde antes da obrigatoriedade do equipamento no mercado europeu.

Economia

 Além das vantagens óbvias que os sistemas de segurança proporcionam, como a redução do número de acidentes, há também a redução no valor do seguro das unidades equipadas com os dispositivos.

O jornalista viajou a convite da Mercedes-Benz
Tecnologia do Blogger.