Header Ads

Main

Vendas de caminhão crescem, mas ainda é preocupante.


 Os dados foram apresentados pela Anfavea.

 As vendas de caminhões foram superiores em 5,1% no sétimo mês do ano com 6,5 mil produtos – em junho o licenciamento foi de 6,2 mil unidades. Já na análise com julho do ano passado o segmento apresentou declínio de 47,6% com 12,4 mil caminhões naquele mês. No comparativo anual as vendas foram menores em 43,1% com 43,8 mil este ano e 77 mil no ano passado.
A produção de caminhões acumula queda de 45,4% no ano – foram 48,2 mil veículos produzidos este ano e 88,3 mil em 2014. Em julho 6,6 mil unidades deixaram as linhas de montagem, o que representa elevação de 24,9% ante junho com 5,3 mil e contração de 46,4% contra julho do ano passado com 12,3 mil.



 O resultado da exportação em caminhões apresentou crescimento de 12,2% até julho com 12 mil unidades em 2015 e 10,7 mil em 2014. No comparativo mensal a indústria negociou com outros países 1,8 mil unidades em julho, o que representa baixa de 10,4% contra junho com 2 mil e de alta de 31,7% ante o mesmo mês do ano passado com 1,3 mil.

 As exportações de chassis para ônibus encerraram o período janeiro a julho com acréscimo de 3,7%: foram 4 mil unidades este ano e 3,8 mil em 2014.

 Foram emplacados em julho 1,4 mil ônibus, o que mostra estabilidade com junho, que registrou a mesma quantidade de vendas. Na análise com julho do ano passado o licenciamento diminuiu 34,6% com 2,2 mil unidades naquele mês. Nos sete meses transcorridos do ano a retração é de 28,6% com 12 mil este ano e 15,5 mil no ano passado.

 Os fabricantes de chassis aumentaram a produção em julho em 5,3% frente a junho: 1,9 mil e 1,8 mil respectivamente. No confronto com o mesmo período do ano passado com 2,9 mil unidades a baixa é de 35,8%. No acumulado a indústria apresentou queda de 28,9% com 15,8 mil unidades em 2015 e 22,1 mil em 2014.
Tecnologia do Blogger.