Header Ads

Main

Extintores podem voltar a ser obrigatórios



 Se você tirou o extintor de incêndio do carro depois da revogação da obrigatoriedade do equipamento, é melhor não jogá-lo fora. A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados suspendeu a resolução 556/15 do Contran, que desobrigava o uso de extintores em automóveis e utilitários.




 A anulação foi justificada pela Comissão pois “o Contran agiu de forma unilateral” e causou “transtornos aos fabricantes e vendedores” que aumentaram produção e estoques para atender a demanda (que era artificial, diga-se de passagem). O relator da comissão, o deputado Hugo Leal, justificou a anulação com o seguinte argumento: “Não nos parece razoável a súbita mudança no entendimento do Contran havido por décadas quanto à importância e à obrigatoriedade desse equipamento de segurança. Sequer foram apresentadas as justificativas para a medida imposta, causando perplexidade e desconfiança sobre o órgão consultivo”.

 O Contran justificou a desobrigação do extintor com estudos que constataram a baixa incidência de incêndios em relação proporcional ao número de acidentes, e que também concluiu que o uso do extintor por um motorista despreparado representa um risco maior que o próprio incêndio. Este último, aliás, é o motivo pelo qual o extintor é opcional em praticamente todo o mundo.

 A suspensão ainda precisará ser analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania antes de ser votada pelo Plenário da Câmara. Só então ela poderá ser definitivamente implementada e todos teremos que voltar a usar extintores nos carros.

Via FlatOut Brasil


Tecnologia do Blogger.