Header Ads

Main

FPT Industrial patrocina equipes competidoras do Rally Dakar 2016



 Nova geração do motor Cursor 13 é responsável por entregar força e potência a três equipes participantes do Rally Dakar 2016.

 Motores destinados à aplicação no Rally Dakar foram especialmente preparados pelo Centro de Pesquisa & Desenvolvimento da FPT em Arbon, Suíça.




 A FPT Industrial, uma das maiores produtoras de motores industriais do mundo, inicia 2016 com uma das suas maiores participações no Rally Dakar. A empresa patrocina as equipes Petronas Team De Rooy Iveco e Petronas Team Instaforex Iveco, tradicionais participantes da competição, além da equipe La Gloriosa Team De Rooy Iveco e está presente com seus motores em nada menos que cinco caminhões, entre eles os modelos Trakker e Powerstar da Iveco. A FPT participa pelo quinto ano consecutivo da competição, que teve sua primeira etapa no dia 3 de janeiro adiada, devido à condições meteorológicas desfavoráveis em Rosário, Argentina. O primeiro dia de competição válida foi realizada no último dia 4, com largada em Villa Carlos Paz e chegada em Termas de Rio Honda, também na Argentina.

 Para participar de provas altamente exigentes como o Dakar, todos os motores são desenvolvidos e preparados pela equipe de Pesquisa & Desenvolvimento da FPT Industrial, em Arbon, Suíça. “A busca pela melhor performance de um motor em uma competição desse gênero envolve a seleção das tecnologias mais adequadas às exigências técnicas para responder à situações extremas associando força, potência, robustez e resistência. Mais do que uma competição, participar do Rally Dakar é uma experiência com foco em novas tecnologias e soluções, bem como motivar e treinar de forma geral nossos engenheiros e técnicos envolvidos”, comenta Marco Aurélio Rangel, Presidente da FPT Industrial na América Latina.

Cursor 13 com hardware da versão Euro VI

 A seleção da nova geração do motor Cursor 13, de 13 litros, com o hardware da versão Euro VI permitiu a entrega de 900 cavalos de potência para esta competição, com torque máximo de 4000 Nm a 1000 rpm. O propulsor com 6 cilindros em linha combina as mais avançadas tecnologias, incluindo a segunda geração do sistema de injeção HD Common Rail, que proporciona mais de 2.200 bar de pressão e garante força e potência para os caminhões.

 Em termos comparativos, o motor Cursor 13 para uso comercial, utilizado no veículo IVECO Stralis Hi-Way, possui 560 hp e torque máximo de 2.500 Nm. Ou seja, os motores destinados a equipar caminhões que estão no Dakar são especialmente desenvolvidos e preparados para esta competição e situação extrema da aplicação.

 A alta confiabilidade, robustez, potência e rápida resposta são características do motor que merecem destaque, além do respeito ao meio ambiente, presente na tecnologia Euro VI. A tecnologia dos motores FPT coincide com o cuidado ambiental presente no Rally Dakar desde 2012, quando todos os concorrentes assinaram uma carta de comprometimento com o meio ambiente antes da corrida. Com isso, a prova passou a encorajar os concorrentes a participar com veículos que utilizam combustível renovável e nível de emissões próximo de zero.

 Presente desde 2012 na competição, o motor FPT do ano de estreia da equipe De Rooy e também do ano consecutivo foi um Cursor 13 derivado do Euro III, com unidade injetora eletrônica. No primeiro ano de participação da FPT Industrial no evento, Gerard De Rooy e sua equipe, competindo com caminhões Iveco, conquistaram o 1º, 2º e 6º lugar na classificação geral do Rally. Já o propulsor de 2014 e 2015 foi um Cursor 13, derivado do Euro VI com sistema de Injeção Common Rail.

MODELOS EQUIPADOS COM MOTORES CURSOR 13 DA FPT INDUSTRIAL

Equipe “Petronas Team De Rooy Iveco”
Modelo Powerstar número 501 (piloto De Rooy)
Modelo Trakker número 516 (piloto Van Genugten)
Modelo Trakker número 518 (piloto Vila)

Equipe “Petronas Team Instaforex Iveco”
Modelo Powerstar número 503 (piloto Loprais)

Equipe “La Gloriosa Team De Rooy Iveco”
Modelo Powerstar número 514 (piloto Villagra)

Tecnologia do Blogger.