Header Ads

Main

Caixa-Forte: Agrale montará em Caxias caminhões da chinesa Foton



Texto de Silvana Toazza para o Pioneiro 
Parceria será anunciada nas próximas semanas, com solenidade na Serra

 Desemprego, flexibilização da jornada, saída de empresas, lojas fechando. Calma, a Serra também tem potencial (e muito!) para mudar de marcha. A coluna traz uma notícia que chega como um elixir nesse cenário de lentidão: a Agrale engatou contrato para montar caminhões da marca chinesa Foton na sua planta fabril 2, em Caxias do Sul.




Empresa tem a experiência de já ter montado os caminhões da International por 14 anosFoto: Paulo Franken / Agencia RBS



 A parceria já está engatada e a solenidade de assinatura deve ocorrer nas próximas semanas (possivelmente em março), na terra da Festa da Uva. A intenção é que o ato, com pompa diante do cenário de dificuldades, reúna o governador José Ivo Sartori, além de representantes da Agrale e da Foton.

 A Foton estaria estudando a implantação de uma fábrica no Estado (em Guaíba), com investimento projetado de R$ 120 milhões. Porém, como recebeu benefícios do programa Inovar-Auto, de nacionalização de veículos, enfrenta entraves em financiamento e precisa cumprir as exigências de produção local, optou por antecipar a chegada por uma via mais rápida e eficiente, em parceria com uma montadora nacional com fábrica já montada e experiência no setor.




 É onde entra em cena a Agrale, que por 14 anos foi sistemista da americana Navistar para a fabricação dos caminhões International em Caxias. Chegou a produzir cerca de 15 mil veículos pesados para a parceira. Não sabe-se ainda se a novidade gerará novos empregos. Mas a Foton desembarca em excelente hora para diminuir a ociosidade do parque fabril e ajudar ao menos a manter os postos de trabalho. O caminhão a ser montado em Caxias seria o de 10 toneladas, com a intenção de chegar a 70% de conteúdo nacional. A produção estimada é de 100 unidades por mês.

 A novidade ajudará a turbinar toda a cadeia de fornecedores de autopeças, incluindo empresas caxienses. O câmbio nas alturas deve acelerar a meta da montadora de exportar os veículos produzidos no Estado para a América do Sul. A Foton perceberá que escolheu um polo automotivo de excelência. Vai que mude de estratégia e fique na Serra.


Tecnologia do Blogger.