Header Ads

Pensata: Exame Toxicológico: Por que tão polêmico?



 No país das CPI`s e onde tudo pode se terminar em pizza, lei de obrigatoriedade do exame passa por momentos delicados.
Texto de Érico Pimenta - Editor Chefe do Midia Truck Brasil
 Uma das últimas polêmicas envolvendo os caminhoneiros é justamente o exame toxicológico. Mas pelo contrário que muitos podem pensar, os caminhoneiros são sim em sua grande maioria favoráveis ao exame, é claro que outra parte dos motoristas defendem que esse exame deveria ser para todo mundo, seja das categorias A e B até a E.



 Para você que não está por dentro, o Exame Toxicológico e um exame no qual o motorista com carteira renumerada, ou seja, aquela que você pode trabalhar como motorista nas categorias C, D e E, precisa fazer para renovar a sua habilitação e continuar trabalhando. O exame em si e feito usando uma pequena quantidade de cabelo. Com o resultado, o motorista sabe se terá sim ou não a sua carteira renovada.
 Mas se muitos têm opiniões favoráveis ao exame, onde que estar o tal ponto polêmico? Bom, o ponto está do lado do motorista, no que se refere ao valor cobrado.  O valor do exame pode variar entre R$290,00 até R$400,00 reais, o que para um motorista é um alto valor, serio? Por que?
 Bom, se você é um motorista com um bom tempo de estrada, você vai se lembrar que antigamente ao parar em um posto, você ganhava um bom dia, um boné, um vale banho e em alguns casos alguns kits higiênicos que sempre vinha um sabonete, escova de dentes, creme dental, um rolo de papel higiênico e tudo isso vinha em uma bela bolsa de mão. Sim, essa época já existiu.



 Hoje a realidade é totalmente inversa. Em vários postos por exemplo, para você poder parar e dormir, você tem que ter abastecido o seu caminhão e ao abastecer você não ganha muitas coisas como antes, e claro que existem alguns postos que fazer algumas ações voltadas para o motorista, mas estão cada vez mais raros. Além de ter que abastecer, hoje em dia em grande maioria dos postos o banho é pago e com tempo, que geralmente se varia entre 5 a 8 minutos por ficha, então se você gosta de um banho um pouco mais longo, você terá que pegar entre 2 a 3 fichas.
 Além dos postos, os grandes embarcadores em sua grande maioria, além da espera para carga e descarga e o descumprimento da lei que obriga eles a pagarem pelo caminhão parado, não apresenta em seus locais de carga e descarga salas adequadas para os motoristas esperarem a carga e descarga. Em muitos relatos que são cada vez mais comuns no facebook, motoristas mostra banheiro imundos e malconservados.
 O governo querer exigir um exame aos motoristas não é uma má ideia, nós mesmo do Midia Truck Brasil temos uma afinidade com a ideia, mas no momento que você cobra um valor caro e abusivo em um simples exame sendo que do outro lado o mesmo governo não dá condições mínimas para os motoristas, como rodovias em ótimo estado, e até mesmo não consegue fazer as concessões de rodovias isentar o eixo suspenso nos pedágios, esse valor fica bem mais pesado, sem falar na falta de segurança em nossas rodovias, tanto como a possibilidade de assalto, tanto como a má conservação que em alguns casos, além dos buracos, as rodovias tem uma vegetação (mato) elevado e acaba tampando as placas de sinalização, fazendo a rodovia ainda mais perigosa para o motorista que passa por esse rodovia pela primeira vez.

 Em uma forma resumida, exigir o exame não é o problema, o problema e cobrar e tirar dinheiro mais uma vez do motorista sendo que o transporte e um setor morto, ele existe mais poucas pessoas dentro do governo tenta melhorar, sem dizer no alto valor do diesel e o baixo valor do frente, pedágios caros e estradas ruins. Afinal, será que os motoristas não poderiam ter o exame de graça? Afinal, eles pagam caro para trabalhar e mais uma cobrança não dá.    


Tecnologia do Blogger.