Header Ads

Grupo Volvo América Latina apresenta novo presidente: Wilson Lirmann



 Ele substitui a Carlos Morassutti, primeiro brasileiro que assumiu esta posição depois do sueco Claes Nilson, o presidente anterior. Há 21 anos na companhia, Lirmann até há pouco tempo dirigia o Grupo Lapônia, rede de oito concessionárias de caminhões e ônibus da marca em São Paulo.

 Lirmann é o mais novo executivo a comandar a operação latino-americana da Volvo. Com 46 anos, assume a presidência depois de ter passado por várias áreas da corporação. Graduado em Engenharia Mecânica pela UFPR (Universidade Federal do Paraná), com MBA em Administração Estratégica pela Universidade Positivo, iniciou sua carreira na fábrica da Volvo em Curitiba como estagiário em 1990, onde permaneceu por dois anos.


 Depois de uma breve passagem por uma empresa do setor florestal, voltou para o Grupo Volvo em 1995 para trabalhar como engenheiro de qualidade do produto. A partir daí, teve uma carreira ascendente, ocupando cargos de liderança em diferentes áreas, desde serviços e outras soluções de transporte, passando por suporte técnico e garantia, até no planejamento de produto e no pós-venda. Atuou também internacionalmente, assumindo em duas ocasiões diferentes posições de chefia na Suécia, sede mundial do Grupo Volvo, onde passou cinco anos, sendo responsável por projetos de vários mercados europeus.


 “É uma grande responsabilidade assumir uma empresa do porte da Volvo na América Latina. Mas venho me preparando durante toda minha profissional para me aperfeiçoar e assumir novas posições. Tenho também a sorte de ter um corpo de funcionários de qualidade e de alto nível que me ajudarão nesta tarefa”, declara o novo presidente.



 Paranaense de Telêmaco Borba, Lirmann assume a presidência do Grupo Volvo Latin America num dos mais difíceis momentos do setor de transportes comerciais, com uma grande redução do volume de vendas nos últimos dois anos. “É um enorme desafio. Mas estou confiante que a situação econômica do Brasil, o maior mercado da América Latina, gradativamente vai melhorar”, diz Lirmann.

 Para ele, a conjuntura brasileira atual é de austeridade para toda a cadeia de transporte. “É fundamental mantermos uma mentalidade enxuta, focando nossos recursos nas prioridades corretas e trabalharmos com o máximo de eficiência para atender o transportador com agilidade, qualidade e transparência. Temos uma marca forte e a melhor linha de produtos e soluções do mercado. Este momento mais agudo vai passar”, conclui.


Via Volvo. 

Tecnologia do Blogger.