Header Ads

Main

Mesmo com baixa do valor nas refinarias, Diesel sofre leve aumento em postos de combustível.



O ANP apontou que o valor do Diesel, gasolina e etanol sofreram um leve aumento nesta semana.

Texto de Érico Pimenta. Editor-Chefe do Midia Truck Brasil. Com informações de G1.com

 A Petrobras, havia anunciado no dia 14/10/2016 que estava aprovado a redução dos valores do Diesel e gasolina nas refinarias e a esperança de todos os consumidores era que os valores tivesse uma leve baixa nos valor do litro nos postos, porém não foi bem isso que aconteceu segundo os dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo.)



 Segundo a entidade, o valor do Diesel teve um forte aumento no valor no início do mês, logo após um queda e um leve aumento novamente. Confira a evolução do valor Diesel, Gasolina e Etanol nas últimas semanas:

Diesel

25/09/2016 a 01/10/2016: R$ 3,006
02/10/2016 a 08/10/2016: R$ 3,014
09/10/2016 a 15/10/2016: R$ 3,002
16/10/2016 a 21/10/2016: R$ 3,005  

Gasolina

25/09/2016 a 01/10/2016: R$ 3,650
02/10/2016 a 08/10/2016: R$ 3,653
09/10/2016 a 15/10/2016: R$ 3,654
16/10/2016 a 21/10/2016: R$ 3,671

Etanol

25/09/2016 a 01/10/2016: R$ 2,554
02/10/2016 a 08/10/2016: R$ 2,590
09/10/2016 a 15/10/2016: R$ 2,633
16/10/2016 a 21/10/2016: R$ 2,684

 Efeito etanol


  Os donos dos postos de combustível justificam o resultado pela alta do preço do etanol. "Essa redução da gasolina na refinaria, anunciada pela Petrobrás, coincidiu com a alta do preço do etanol anidro, que é misturado na gasolina. O preço pago à refinaria não é o único custo do posto. Outros custos incidem no preço final que chega ao consumidor", explica o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo do Estado de São Paulo (Sincopetro), João Alberto Paiva Gouveia.



 Ele diz que, tradicionalmente, o preço do etanol sobe durante a entressafra da cana de açúcar, período que vai até abril do ano que vem no Centro-Sul do Brasil. "Quando passar a entressafra, a redução de preço da gasolina na refinaria certamente vai chegar ao consumidor", ressalta. "Foi uma coincidência a Petrobrás anunciar a redução da gasolina nesse período (de alta do etanol). Isso colocou o consumidor contra o dono do posto."

A União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), entidade que reúne os produtores de açúcar e etanol, refuta a tese de que o etanol é o culpado pela redução do preço da gasolina na refinaria não chegar ao consumidor.

 "Isso não poder ser atribuído aos movimentos de preços do etanol anidro. O preço do anidro está estabilizado nesse momento, sem registro de alteração depois do anúncio da Petrobras, no dia 14 de outubro", disse a Unica em comunicado à imprensa.


 A Unica ainda afirmou que o preço do etanol representa apenas 15% do preço de bomba e que ele "não é fator determinante" no preço da gasolina.



Tecnologia do Blogger.