Em 10 anos, a venda de caminhões semi-pesados e pesados elétricos devem aumentar consideravelmente.


Estudo prever um “boom” no mercado de caminhões elétricos.

Texto de Érico Pimenta. Editor-Chefe do Midia Truck Brasil.

  A Navigant, empresa de consultoria americana, publicou um estudo no qual afirma que em 2026 a venda de caminhões elétricos devem atingir uma marca de 332 mil unidades.

 O relatório foi apresentado no último mês de dezembro, e nele se constata que grande parte desse crescimento será impulsionado por leis e metas de emissões mais rigorosas para veículos comerciais, mas que também poderia ser acelerado por incentivos do governo.  



 “Os governos locais e nacionais estão buscando maneiras de incentivar os grandes protistas a investir em tecnologias de eficiência de combustível de médio e alto rendimento, bom como combustíveis alternativos para uma queima mais limpa”, explicou a Navigant.

 Ainda segundo a Navigant, alguns gerentes de frota podem ver o potencial de tal investimento dado as circunstancias certas. Eles provavelmente aproveitarão os incentivos e subsídios do g5overno para apoiar opções de transporte com zero emissões.

 Por enquanto, veículos comerciais elétricos so valem a pena para aquelas operações com um faixa diária limitada. 


Postagens mais visitadas deste blog

Nova Scania S 8x8 é flagrada com motor acima de 730 cavalos.

Caminhões de controle remoto, como posso ter o meu?

Alta potência e cargas leves. Ostentação, desperdício ou uso inteligente?