Publicidade

Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

Style6[OneLeft]

Style6[OneRight]


Fabricante de implementos quer alcançar uma participação de 15% a 20% no setor graneleiro.

Texto de Érico Pimenta. Editor-Chefe do Midia Truck Brasil.

 A Librelato, fabricante de implementos, vem com boas expectativas diante da super safra que deve ocorrer neste ano. Com o aumento da safra, consequentemente haverá também uma maior oferta de fretes, que em grande parte e feita por caminhões atrelados a implementos do tipo graneleiro. Pensando nisso, a Librelato está focando mais no setor graneleiro, com o objetivo de aumentar a sua participação em até 20%.  



 Pedro Bolzzoni, diretor comercial da Librelato, menciona que a empresa está investindo cada vez mais na capacitação da equipe de vendas para o ano de 2017, fazendo assim a empresa ficar lado a lado com os clientes. Bolzzoni ainda explica: “A Librelato sempre foi reconhecida pela parceria duradoura com nossos clientes. E agora não será diferente. Nossa equipe comercial sabe o que eles necessitam e com certeza atuaremos ainda mais próximos, ofertando e oferecendo soluções para otimizarmos as operações de nossos parceiros”.

 A Librelato espera que em 2017, seja comercializada mais de 1.200 unidades para o setor graneleiro, caso isso aconteça, a empresa ficaria entre as 3 maiores do mercado nacional. Para alcançar tal número, a Librelato terá que explorar ao máximo a sua gama de produtos, que para o setor graneleiro conta com semirreboque 3 eixos distanciados (Vanderléa) bi-trem de 4 e 6 eixos, além do rodotrem.  



 Além da ampla gama de produtos, Bolzzoni ressalta que contam a favor como diferenciais nos produtos itens como tampas laterais em material polimérico, mais resistentes e duráveis, novo sistema de vedação da caixa de carga, evitando ao máximo o derramamento dos grãos nas estradas, além de aço de alta resistência, que diminuiu consideravelmente o peso das carretas, tendo um elevado ganho na carga líquida transportada.


«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário


Top