Publicidade

Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

Style6[OneLeft]

Style6[OneRight]


 Estratégia seria a construção de um caminhão híbrido que misturasse o Arocs e o Actros MP4 para mercados como o do Brasil e China.

Texto de Érico Pimenta. Editor-Chefe do Midia Truck Brasil.

  Deste a última IAA 2016, muito tem se falado de certo modelo que estava no estande da montadora, no qual muitos portais e noticiários, como o Midia Truck Brasil, acreditou que esse modelo em especial seria desenvolvido para mercados onde a aplicação fosse mais severa, como Brasil, África é até a Austrália.



 Agora, surge na mídia um relatório no qual diz que a Daimler está fazendo um estudo detalhado e avançado para desenvolver um modelo para o mercado Brasileiro, e esse modelo seria uma mistura entre o Arocs é o Actros MP4. 


Modelo exposto na IAA 2016. Actros com farol do Arocs


 Outra indicio que isso seria um fato plausível é que a Mercedes-Benz já vem testando um Arocs no Brasil, no qual foi confundido por alguns sites, como sendo uma unidade do ActrosMP4, porém a Mercedes também vem testando o Actros MP4 e até um Antos, como mostrou o blog caminhões-e-carretas.

Arocs confundido com o Actros MP4. Detalhes da cabine e para-choque confiram que o modelo e o Arocs. 

 De certa forma, caso a Mercedes-Benz faça isso, não é algo ruim, na verdade o modelo poderá ser baseado no Arocs que é comercializado na Austrália e que vem fazendo um relativo sucesso em um mercado onde você tem caminhões de todos os lados do mundo. Além do mais, na Austrália você tem condições extremas de rodovias, (claro, existem boas e ruim, assim como no Brasil) além do peso, onde caminhões com a configuração B-Triple rodam com 90 toneladas e por último um fato curioso, na Austrália é possível encontrar dois clima extremo, se por um lado pode se ter uma temperatura de 40 graus, por outro pode encontrar temperatura abaixo de zero, fazendo assim um mercado para caminhões robustos e extremos.  

Volvo FH 16 700 B-Triple. Capacidade de até 90 tons. Foto Volvo Group. 

 O novo modelo ainda não tem previsão para chegar no Brasil, pode-se talvez esperar algo para 2018, porém a norma de emissões de gases Euro6 entrar em vigor no Brasil em 2020, e talvez ai o modelo seja apresentado. 



«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário


Top