Header Ads

Implementos tem queda de 30,42% nas vendas nos dois primeiros meses de 2017.

  
A perspectiva e que até o final do ano, o setor tenha um aumento nas vendas de 10%.

Texto de Érico Pimenta. Editor-Chefe do Midia Truck Brasil com dados da ANFIR.

 Assim como as vendas de caminhões tem sofrido em decorrer da crise econômica e uma crise no próprio setor de transporte, o setor de implementos também tem registrados números nada otimistas.  

 Para os reboques e semirreboques, a queda nas vendas foi de 22,49%. Durante janeiro e fevereiro (primeiro bimestre de 2017) as vendas somaram 2.753 unidades, contra 2.552 registradas no mesmo período de 2016.



 Já para as carrocerias sobre chassis, a redução foi ainda maior. No primeiro bimestre de 2017, a queda foi de 35,15%. Foram vendidas 3.866 unidades, contra 5.961 unidades no mesmo período de 2016.

De forma geral, a queda registrada foi de 30,42%, em números foram 6.619 unidades comercializadas no primeiro bimestre de 2017, contra 9.513 unidades no mesmo período do ano passado.

Crescimento em seguimentos específicos.

 Apesar da grande queda no modo geral, ou seja, somando os semirreboques e reboques com os implementos sobre chassis, alguns seguimentos tiveram um número maior em suas vendas. O seguimento que teve um leve aumento foi o de semirreboques e reboques, no qual os implementos do tipo Baú Carga Geral e Transporte de Toras. 



 O Baú carga geral teve 261 unidades vendidas contra 189 do mesmo período de 2016.

 Já o Transporte de toras teve 223 unidades vendidas contra 151 do mesmo período de 2016.


 As exportações também registraram um aumento de 40,57%, no qual até janeiro de 2017 foram exportados 246 implementos, contra 175 registrados em janeiro de 2016.


Tecnologia do Blogger.