Header Ads

Main

GRU Airport confirma posição de melhor aeroporto do País na categoria 'acima de 15 milhões de passageiros’



 Relatório da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) é  referente ao quarto trimestre de 2017.

 O GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo – foi apontado como o melhor aeroporto do Brasil na categoria “acima de 15 milhões de passageiros por ano”, de acordo com Relatório de Desempenho Operacional dos Aeroportos, realizado pela Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) - pesquisa referente ao quarto trimestre de 2017.

 Em uma escala de 1 a 5, o GRU Airport ficou com a nota de 4,43, com base em 37 indicadores que medem qual o real nível de satisfação dos passageiros. Esses itens apontam desde a qualidade nas informações dos painéis até mesmo pela oferta de estrutura comercial para os usuários, passando por outros quesitos como tempo de fila em check in, cordialidade dos funcionários entre outros. “O primeiro lugar na categoria dos grandes aeroportos é o resultado de um planejamento que vem sendo feito desde o início da concessão, em 2013, para transformar o GRU Airport em um dos mais importantes aeroportos do mundo. Sempre tem o que melhorar, mas é uma demonstração de que o Aeroporto está no caminho certo”, afirma o presidente do GRU Airport, Gustavo Figueiredo.



 Ao longo dos últimos cinco anos, uma série de melhorias foi feita para garantir maior conforto e agilidade no embarque e desembarque dos usuários. Neste ponto, destacam-se as melhorias na construção do Terminal de Passageiros 3 e o projeto de modernização do Terminal 2, que acrescentou 23 mil m² de área operacional (check-in, raio-X, controle de passaporte, restituição de bagagem) e ampliação das opções de varejo, partindo de 100 lojas em 2013 para mais de 270 operações, em 2017.

 Maior eficiência - Em termos operacionais, o GRU Airport investiu em tecnologias que melhoraram ainda mais sua eficiência. É o caso, por exemplo, do Sistema Automatizado de Distribuição de Bagagens (BHS - Baggage Handling System). Com 5 Km de esteiras, o sistema conta com controle informatizado que permite rastrear e localizar as malas em tempo real.

 Outro exemplo é o Sistema de Pousos por Instrumentos Categoria III (CAT III), que, em casos de teto e visibilidade alterados, possibilita a menor restrição de aeronaves, diminuindo, assim, a necessidade de alternar voos para outras localidades.

 Para alocar com mais agilidade os recursos para embarque e desembarque de passageiros, o GRU Airport conta com o Sistema de Gerenciamento do Aeroporto (AMS). Trata-se da principal ferramenta do Centro de Controle Operacional (CCO), que ajuda a coordenar todas as operações de chegadas e partidas que acontecem no GRU Airport, desde posições de estacionamento das aeronaves, portões de embarque, esteiras de bagagens e fluxo de filas. O AMS e o CCO permitiram a implantação do sistema de gestão compartilhada. Com a instalação do A-CDM (Airport Colaborative Decision Making), as decisões mais importantes são tomadas em conjunto, com a participação de todos os agentes que atuam no aeroporto. O GRU Airport foi o primeiro aeródromo do Brasil a adotar o A-CDM como ferramenta operacional.



Os maiores do Mundo – Como parte da melhoria operacional, o GRU Airport recebe, diariamente, os dois maiores aviões de passageiros do mundo. O A380, da Emirates, e o Boeing 747-800, da Lufthansa, pousam e decolam todos os dias pelo GRU Airport, levando, em média, cada um, cerca de 500 passageiros para Dubai e Frankfurt, respectivamente.

 Sobre o A380, especificamente, o GRU Airport é o primeiro aeroporto do País a receber operações diárias da maior aeronave de passageiros do mundo. Para esta operação, a Concessionária realizou uma série de investimentos no sistema de pistas. O circuito foi adequado com o objetivo de garantir a segurança da aeronave, sendo alargadas as pistas de pouso/decolagem e taxiamento.

 Futuro - A meta agora é iniciar o novo ciclo de obras para atingir, no final da concessão em 2032, a capacidade para receber mais de 60 milhões de passageiros por ano e melhorar, cada vez, a percepção dos usuários e passageiros. Para chegar neste patamar, a Concessionária planeja algumas obras em diversos setores do aeroporto, com destaque para um novo pátio de aeronaves, com planejamento para 2019, o novo Pier no Terminal 3, para 2021. Além disso, existem projetos para outros novos pátios até o final da concessão.

Sobre a Concessionária

 O GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo é o maior complexo aeroportuário da América do Sul, com movimentação média de 100 mil passageiros e cerca de 700 operações de pousos e decolagens, todos os dias. Em 2016, 36,6 milhões de pessoas embarcaram ou desembarcaram pelo aeroporto pelas quase 270 mil partidas e chegadas realizadas ao longo do ano.  É o principal polo de distribuição de voos do país com 49 destinos internacionais e 46 domésticos atendidos por 41 empresas aéreas. O GRU Airport é também a mais importante porta de entrada e saída de cargas aeroportuárias do Brasil. O aeroporto movimenta 41% das exportações e importações por via aérea no país, um volume superior a 1 mil toneladas de mercadorias manuseadas diariamente. Os armazéns de cargas estão localizados próximos às principais rodovias do Estado de São Paulo, o que facilita a conexão rodoviária com litoral e interior.

Via GRU



Tecnologia do Blogger.