Header Ads

Main

Vermeer recebe primeiro minerador de superfície




O equipamento ficará em testes por seis meses em uma mineradora brasileira

 A Vermeer traz para o Brasil o minerador de superfície T1255. O equipamento, que chegou ao Porto de Santos no dia 18 de julho, é o primeiro da linha de mineração da fabricante a vir para o País e já está escalado para ficar em testes, durante seis meses, em uma mineradora. O Gerente de Escavação Especializada da Vermeer, César Leite, explica que o minerador vai operar em atividades auxiliares, além da extração de minério de ferro. “A versatilidade da linha TL (Terrain Leveler) permite que ela seja empregada em processos auxiliares como a drenagem da mina e no nivelamento do terreno, reduzindo paradas e custos de manutenção”, explica César.

 O executivo estima que, em períodos de chuva, a produção nas plantas mineradoras sofram quedas de até 30%. Essa queda é atribuída ao acúmulo de água no fundo da cava e à erosão das vias por onde trafegam os caminhões fora de estrada. Com a precisão de corte do T1255, é possível direcionar a água das chuvas para pontos onde bombas podem fazer drenagem, reduzindo o impacto na produção da planta.

 No caso do nivelamento do terreno, além tornar o percurso mais estável, o TL contribui para redução dos custos de manutenção da frota. “Com o terreno mais uniforme, os pneus e outros componentes dos caminhões passam a ter vida útil maior e menos paradas para trocas reparadoras”, lista César.

 O executivo destaca ainda a efetividade da linha TL no aumento da vida útil das plantas de mineração. Com o uso de explosivos, toda operação da mina tem que ser interrompida por questões de segurança, além do que há restrições em relação à proximidade de rodovias e cidades, o que limitam as atividades extrativistas.

 A tecnologia da Vermeer viabiliza não só o melhor aproveitamento da planta, mas também a qualidade do minério extraído. “O uso de explosivos mistura as camadas de mineral com material estéril, aumentando os custos para obter o minério puro. O TL efetua cortes precisos nas superfícies, de modo a eliminar o britador primário e reduzir o consumo de no processo de separação dos resíduos”, detalhou César ao listar os ganhos que o equipamento pode agregar.

 Os modelos da linha Terrain Leveler são compatíveis com operações envolvendo materiais de até 200 MPa (mega Pascal) como o manganês e o basalto, ou da ordem 130 MPa, como alguns tipos de calcários e minérios de ferros. Com materiais mais brandos, com 50 MPa, porém difíceis de cortar como alguns tipos de gipsita e bauxita, também apresentam desempenho competitivo.

 A empresa tem equipamentos operando com sucesso em minas de gipsita (EUA), cobre (África), carvão (China e Austrália), minério de ferro (Austrália) e iodo (Chile). Nas operações com minério de ferro, na Austrália e no Chile, o resultado da escavação foi de 500 toneladas por hora com o T1255.

Resumo técnico do T1255

 O Terrain Leveler T1255 pesa cerca de 100 toneladas, opera com motor CAT de 600HP e conta com um tambor de corte com largura de 3,70 m. Montado sobre duas esteiras, ele tem capacidade para girar 180º no próprio eixo e baixo centro de gravidade, o que favorece a dirigibilidade em locais confinados e diminui as áreas de traslados, nas mais diversas configurações da mina. O sistema TEC Plus gerencia todo funcionamento hidrostático da máquina para que ela opere com sistemas a laser ou GPS, agregando precisão e controle da profundidade e da inclinação.

 Como o tambor de corte da linha TL é alocado na parte traseira, ele pode trabalhar até a base do talude e em locais recortados, ampliando as áreas de extração. Os equipamentos contam com o sistema Top Down Cutting, ou seja, os bits penetram nos minérios de cima para baixo, o que viabiliza operação com boa produtividade mesmo em materiais mais duros. Veja abaixo a ilustração do sistema de corte do Terrain Leveler:


























Sobre a Vermeer

 A Vermeer conta com mais de 65 anos de experiência no mercado e possui uma ampla presença ao redor do mundo. Está focada nas necessidades dos clientes, identificando e antecipando soluções para que a execução das obras seja mais produtiva e rentável. Atua nos mercados de infraestrutura subterrânea, construção, mineração, arboricultura, jardinagem, processamento de resíduos de madeira, reciclagem orgânica, fenação e silagem, oferecendo os seguintes equipamentos: valetadeiras, mineradores de superfície, perfuratrizes direcionais horizontais, minicarregadeiras, instaladores de cabos, escavadores a vácuo, trituradores florestais, destocadores, compostadores orgânicos, segadoras condicionadoras, enfardadoras, enleiradores, entre outros.

 A Vermeer Latin America é um de seus escritórios regionais e está localizada na cidade de Valinhos, interior do Estado de São Paulo, com a intenção de desenvolver novos produtos e soluções projetados para adaptarem-se especificamente as necessidades dos clientes na América Latina. E, pela grande importância do Brasil no panorama mundial, desde 2010, a Vermeer assumiu a distribuição de seus produtos dentro do território brasileiro, sendo responsável direto pela venda de equipamentos e peças genuínas, assistência técnica especializada e treinamentos de operação e manutenção.
Tecnologia do Blogger.