Header Ads

Main

Com mais de 2,8 milhões de unidades vendidas, Sprinter é um dos veículos comerciais leves de maior sucesso no mundo





 No início de 1995, um total de 500 veículos comerciais leves da então inédita família Sprinter saía da linha de montagem da fábrica da Mercedes-Benz em Dusseldorf, na Alemanha. Começava ali uma história de sucesso que culmina hoje, 20 anos depois, com o expressivo volume de mais de 2,8 milhões de unidades vendidas em mais de 130 países.

 O lançamento da Sprinter, há duas décadas, foi um marco não só para a Mercedes-Benz, como também para o próprio mercado. Com dimensões maiores do que existia na época, ela inovou ao criar o segmento de “large vans”, oferecendo mais espaço e maior capacidade de transporte de carga e de passageiros. O pioneirismo fez a Sprinter se tornar sinônimo do segmento. Com diversas versões de modelos e amplas opções de configuração do veículo, a novidade já se destacava pela versatilidade de aplicação, atendendo um universo ainda maior de clientes e novas demandas do setor.

 A “grande van” causou sensação no mercado também por suas inovações em termos de tecnologia e segurança. Ela foi, por exemplo, a primeira a vir equipada, de fábrica, com freios a disco na dianteira e na traseira e com sistema ABS. Como consequência, logo em seu primeiro ano de vida, a Sprinter foi eleita “A van do ano de 1995”.

 Passados 20 anos, a Sprinter da Mercedes-Benz segue sendo pioneira no mercado de comerciais leves. Lançada na Europa em 2013, a nova geração continuou estabelecendo referências de segurança, consumo e emissões de poluentes.

 No Brasil, Sprinter também é referência de mercado

A trajetória de sucesso mundial da Sprinter também se repete no Brasil. Ela chegou ao País em 1997, tendo sido comercializado até 2014 um volume superior a 113.000 unidades, entre vans de passageiros e também furgões e chassis para transporte de cargas e prestação de serviços. Os veículos comercializados no mercado brasileiro são produzidos pela Mercedes-Benz Argentina.

A atuação da Empresa no mercado de veículos comerciais leves teve início três anos antes, em 1994, quando ela ingressou nesse segmento com a linha MB 180, fabricada na Espanha. Somando as unidades emplacadas de MB 180 e de Sprinter, no acumulado entre 1994 e 2014, a Mercedes-Benz já vendeu mais de 125.000 veículos comerciais leves no Brasil.

“No nosso País, a Sprinter é referência de mercado em qualidade, agilidade, tecnologia, conforto, segurança e excelente custo operacional”, afirma Carlos Garcia, gerente sênior de Vendas e Marketing da Sprinter no Brasil. “Ela é reconhecida pela eficiência e alta produtividade e se destaca também pelo excelente padrão custo/benefício e pela oferta de soluções inovadoras e customizadas para uma ampla diversidade de aplicações”.

A família de veículos comerciais leves Sprinter é formada pelos modelos 311 CDI Street (PBT de 3,50 ton), 415 CDI (3,88 ton) e 515 CDI (5 ton). Trata-se do maior e mais completo portfólio de furgões, chassis e vans do mercado brasileiro, formado por mais de 50 modelos.

O furgão e o chassi Sprinter 311 CDI Street são registrados como caminhonetes e podem ser conduzidos por motoristas com carteira de habilitação CNH B. Estes veículos podem circular livremente pelas vias das grandes cidades, mesmo em zonas de restrição, como na cidade de São Paulo, o que proporciona mais vantagens logísticas para o segmento.

Compacta, resistente e ágil, a Sprinter circula com facilidade e eficiência no trânsito urbano e em curtas distâncias, destacando-se especialmente nas grandes regiões metropolitanas, mesmo em zonas de restrição. Soma-se a isso a praticidade e a acessibilidade, o que agiliza o dia a dia de transporte, garantindo produtividade e rentabilidade para os clientes.

Grande diferencial da linha Sprinter é o nível de equipamentos de série, como ESP Adaptativo 9i® (que integra os já conhecidos ASR, ABS, BAS e EBV), airbag do motorista, sistema de ar condicionado, faróis de neblina, volante com ajuste de altura e profundidade, rádio CD/MP3, com conexão Bluetooth, fechamento central de portas, entre outros, o que agrega valor ao veículo, atendendo aos principais requisitos do segmento e, ainda, com um excelente custo-benefício.

Linha Sprinter mantém a liderança em comerciais leves

A Mercedes-Benz foi líder em comerciais leves em fevereiro com 773 unidades emplacadas (na faixa de 3,5 a 5 toneladas de peso bruto total - PBT), alcançando 1.558 veículos vendidos em 2015. No primeiro bimestre, as vendas no mercado brasileiro atingiram 5.231 veículos. Desse volume, a linha Sprinter obteve a participação de 30%.

“A linha Sprinter tem uma grande aceitação no mercado por atender adequadamente as várias aplicações dos clientes que atuam no transporte de passageiros e produtos. Iniciamos o ano liderando as vendas no mês de janeiro, resultado que se repetiu no mês de fevereiro”, explica Carlos Garcia.
Tecnologia do Blogger.