Header Ads

Main

Supercarreta que bateu na Zona Sul só deve ser removida no final da noite



Via G1

Estrutura de 565 toneladas interdita a Avenida Cupecê desde a madrugada.Veículo tem 104 metros, o comprimento de um campo de futebol.

 A carreta superdimensionada que bateu na Avenida Cupecê, Zona Sul de São Paulo, na madrugada desta terça-feira (26), deve ser totalmente retirada do local apenas às 22h. As informações foram passadas ao SPTV pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

 O veículo, seguida no sentido Diadema, no ABC Paulista, quando, por volta das 4h, um engate se quebrou. A estrutura, que carregava um transformador industrial, pesava 565 toneladas, e atingiu duas lojas. Uma delas, de material de construção, teve a entrada destruída. Um transformador foi atingido e parte da avenida ficou sem energia elétrica.

 Ninguém se feriu, mas os transtornos para os motoristas foram grandes. A Cupecê ficou totalmente interditada no sentido Diadema até as 9h30, quando a faixa exclusiva de ônibus foi lliberada. A pista era a única das quatro aberta ao tráfego às 12h15.

 Um reboque da empresa responsável pela carreta está no local para remover o veículo. Com 104 metros, o comprimento de um campo de futebol, o caminhão terá de ser desmontado e transportado em partes. Um engeiro da empresa, que não quis gravar entrevista, disse que será feita uma perícia para avaliar o motivo do acidente.

 Deslocamento

 A supercarreta começou a viagem em Jundiaí, no interior de São Paulo, e tinha como destino o Porto de Santos. O veículo entrou na capital na sexta-feira (22) e vinha seguindo uma rota predefinida pela CET para caminhões desse porte. A avenida Cupecê era seu último trecho antes de deixar a cidade.

Trânsito

 O trânsito ficou complicado na região e uma opção para quem trafega na região é pegar o viaduto da Avenida Vereador José Diniz e depois acessar a Avenida dos Bandeirantes.
Tecnologia do Blogger.