Header Ads

Main

Airbus Beluga XL passa em teste de vibração em solo



Com sucesso no teste, modelo fica mais próximo da certificação

Texto de Érico Pimenta. Editor-Chefe do Midia Truck Brasil

 A Airbus anunciou hoje em nota à imprensa, que o seu novo avião cargueiro, o Beluga XL, passou pelo teste de vibração em solo. Esse teste chamado de Ground Vibration Test (GVT) tem como objetivo medir o comportamento da aeronave em uma variedade de condições de voo, manobras e condições extrema de decolagem.

 Ainda segundo a fabricante, o teste foi pela ONERA em colaboração com a DLR e durou 8 dias.

 O novo Airburs Beluga XL será equipado com motores Rolls-Royce Trent 700 e usa como base o jato comercial A330-200. O novo cargueiro terá uma carga útil de até 53 toneladas, essa que é 12,7% superior a do Beluga atual, que por sua vez é baseado no antigo A300, que foi o primeiro avião comercial desenvolvido pela Airbus na década de 1970.



 O programa de desenvolvimento do novo Beluga XL foi lançando em novembro de 2014. Inicialmente dois Beluga XL serão entregues à operadora de logística da Airbus, a ATI (Airbus Transport International) no próximo ano. Ao todo serão construídos 5 unidades do novo cargueiro até 2022.

 A Airbus espera começar os primeiros voos de teste no verão europeu, que começa agora em junho e deve entrar em operação já em 2019. Os novos Beluga XL vão substituir os atuais Beluga SL, esses que conseguem transportar uma sessão da asa do A350 já o Beluga XL vai transportar duas asas completa do A350.

Dados técnicos do Airbus Beluga XL

Comprimento: 63,1 metros.

Altura: 18,9 metros.

Envergadura: 60,3 metros (distância entre a ponta de uma asa até a outra).

Diâmetro da fuselagem: 8,8 metros (medida do espaço de carga).

Superfície das asas: 361,3 m².

Motor: Dois Rolls-Royce Trent 700.

Capacidade de carga útil: 53 toneladas (consegue carregar duas asas do A350 XWB).

Autonomia de voo: 4.000 mil Km.

Peso de decolagem: 227 toneladas.

Peso de aterrissagem: 187 toneladas.



Tecnologia do Blogger.