Header Ads

Main

MAN Trucks deixa o mercado indiano

MAN CLA, modelo ofertado ao mercado Indiano. Reprodução MAN TRUCKS


Decisão se dá as baixas vendas

Texto de Érico Pimenta. Editor-Chefe do Midia Truck Brasil

 A Índia, além de ser um país com uma riqueza cultural e histórica gigante, também conta com um forte sistema de transporte que inclui ferrovias, vias aéreas e claro rodovias.  Apesar de ter uma grande malha ferroviária, as rodovias ainda oferece o transporte mais barato, com isso muitas empresas olham o mercado indiano como oportunidade de oferecer seus produtos e aumentar suas vendas global.

 A MAN Trucks chegou a Índia em 2006 por meio de uma aliança com a fabricante Force Motors, e como fruto dessa aliança, a MAN começou a vender caminhões Premium no país e uma fábrica foi montadora em Pithampur, Madhya Pradesh. Fábrica essa que tem a MAN como proprietária.

  Segundo o site MotorBeam, a MAN já está à procura de um comprador para a sua operação, ainda segundo o site os funcionários da empresa que trabalham nos escritórios regionais estão recebendo a opção de demissão voluntaria, o site RushLane aponta que de 250 a 300 funcionários optaram pela demissão voluntaria.  Os funcionários da linha de montagem ainda não tiveram um destino definido pela montadora.





 A decisão da MAN de deixar o país se dar as baixas vendas. A sua fábrica por exemplo foi projetada e montada para produzir 12 mil caminhões por ano, mas atualmente a MAN produz cerca de 2 mil unidades anuais. A MAN vai manter um o seu centro de desenvolvimento na Índia ativo para auxiliar no desenvolvimento de produtos globais.

 Para os clientes, a MAN assegura que manterá sua rede de concessionários ativas por 5 anos para prestar o serviço de Pós-venda. A produção de caminhões vai até outubro quando a empresa deve terminar de entregar todos os pedidos de novos caminhões.

Mercado Indiano

 O mercado indiano tem sido bastante concorrido. A Scania, irmã da MAN, fechou suas operações em ônibus é hoje se concentra na produção de caminhões no país. Além da MAN, outra grande fabricante que deixou o país foi a General Motors. Ainda segundo a MotorBeam, montadoras estrangeiras encontram dificuldades em competir com fabricantes indianos de caminhões e ônibus como a Tata Motors e a Mahindra & Mahindra.



Tecnologia do Blogger.