Header Ads

Main

Novos Scania chegam carregados de novidades



Novidades vão além de um novo visual

Texto de Érico Pimenta. Editor-Chefe do Midia Truck Brasil

 Na última quinta-feira dia 02, a Scania apresentou e anunciou oficialmente a chegada da nova geração de caminhões Scania chamada de NextGEN é com o nome interno de NTG.

 Os novos modelos ficam além do novo visual, e agora apresenta mais configurações e possibilidades para o cliente.

Novos motores com Tecnologia XPI

 Em 2017 durante a Fenatran, a Scania apresentou dois novos motores, o primeiro de 450 cavalos de potência e um segundo de 510 cavalos. Os motores foram desenvolvidos com tecnologia de alta pressão de injeção de diesel e com múltiplos pontos para diminuir o consumo, os ruídos e as emissões; e receberam novos sistemas de gerenciamento e instalações. Para a nova geração de caminhões, todos os modelos terão tal tecnologia embarcada.

Essas atualizações tornam a Nova Geração as maiores máquinas de economia de combustível da história da Scania. O que já era uma promessa de marca subiu muitos degraus na busca da perfeição motriz, do estado da arte”, afirma Celso Mendonça, gerente de Pré-Vendas da Scania no Brasil. “Há outras formas de reduções de consumo, com a correta especificação do veículo levando em conta as características de utilização atrelados com o caminhão.”

 Além da nova tecnologia dos motores, agora a Scania conta com mais opções de potencias.

 Iniciando as novidades, agora a Scania conta com motores de 7 litros, este que foi desenvolvido junto a Cummins, parceria de desenvolvimento de componentes de longo prazo da Scania. O novo motor de 7 litros ainda conseguiu fazer uma boa redução de peso, ficando até 360 kg mais leve do que o motor de 9 litros.   

 Os novos motores de 7 litros chegam ao mercado com 3 faixas de potência:

220 Cavalos e 1.000 Nm de torque;
250 Cavalos e 1.100 Nm de torque;
280 Cavalos e 1.200 Nm de torque;

 Os motores de 9 litros, que também contam com a tecnologia XPI serão oferecidos em 3 faixas de potência:

280 Cavalos e 1.400 Nm de torque;
320 Cavalos e 1.600 Nm de torque;
360 Cavalos e 1.700 Nm de torque;

 Já os motores de 13 litros recebem as maiores novidades, ficando as novas faixa de potência:

410 Cavalos e 2.150 Nm de torque;
450 Cavalos e 2.350 Nm de torque;
500 Cavalos e 2.550 Nm de torque;
540 Cavalos e 2.700 Nm de torque;

 Por fim, o consagrado motor V8 de 620 cavalos continua a ser oferecido ao mercado com 3.000 Nm de toque e também tecnologia XPI.





Além deste motores, a Scania foca em sustentabilidade e confirma o seu compromisso, e agora oferece os motores a GNV/BIOETANOL e GNV/BIOMETANO.

 O motor a Bioetanol chega em duas potencias sendo elas:

Motor DC09 136 (9 litros) com 280 Cavalos e 1.400 Nm de torque.
Motor DC13 156 (13 litros) com 400 Cavalos e 2.150 Nm de torque.

 Já o motor a Biometano recebe 3 faixas de potência, sendo elas:

Motor OC09 104 (9 litros) com 280 Cavalos e 1.350 Nm de torque.
Motor OC09 104 (9 litros) com 340 Cavalos e 1.600 Nm de torque.
Motor OC13 105 (13 litros) com 410 Cavalos e 2.000 Nm de torque.

 Os novos motores são construídos com CGI, um composto compactado de ferro e grafite que duplica a resistência a fadiga. Dessa forma, ele está ainda mais preparado para suportar o aumento na pressão de combustão dentro do cilindro. Apesar de mais robusto e resistente, o novo motor continua leve, o que proporciona um melhor desempenho do veículo.

 Nessa nova linha, também foram aperfeiçoados componentes como o tanque de ARLA 32 (Agente Redutor Líquido Automotivo), o sistema de SCR (Redução Catalítica Seletiva), os cabeçotes, as tampas de válvulas, o sistema de filtragem de combustível e as bombas de baixa e alta pressão.

 Ainda focado nas mudanças mecânicas ou de engenharia como preferir, os novos modelos tiveram o eixo frontal movido em 50 mm para frente, o que aumentou a potência de frenagem do veículo em 5%, o que pode parecer pouco, mas em casos de emergência faz uma grade diferença. Com essa alteração no eixo frontal, o motor também ficou mais baixo, o que diminuiu o centro de gravidade do modelo, garantindo melhor estabilidade ao modelo.

 Outra novidade também é a nova geração do Opticruise que conta com lay shaft brake, um sistema de freio de eixos como padrão nas caixas Opticruise. 

 Trata-se de uma solução simples que faz uma grande diferença quando relacionada a condução e desempenho", diz Mendonça. “Graças ao freio do eixo, a nossa caixa de câmbio, GRS905, realiza a troca em 0,4 segundos, o que significa que o tempo de mudança de marcha foi reduzido pela metade. Na prática, tornou-se tão rápido que pode dispensar outros tipos de soluções complicadas e que afetam a manutenção.”

 Ainda segundo a Scania, ao utilizar o lay shaft brake não só reduz o tempo de mudança de marcha, mas também contribui para que a pressão do turbo seja mantida. Portanto, o veículo irá aumentar a velocidade para a próxima marcha com maior torque, mantendo a suavidade das trocas. Este recurso irá melhorar a dirigibilidade em condições difíceis e levar ao aumento de desempenho em todos os tipos de condução rodoviária, incluindo a partida.


Scania série S oferece cabine com piso 100% plano. Foto @Scania Brasil. 

Nova série S, piso 100% plano

 Como todos já devem saber, a nova geração de caminhões da Scania introduziu 5 séries, sendo essas: L, P, G, R e S.

 A nova série S ou cabine S, conta com um piso sem 100%, mas comparado a antiga TOPLINE, como ela se sai?

 Tanto a antiga TOPLINE como a nova série S cabine HIGHLINE apresenta o espaço interno do piso ao teto de 2.07 metros, porém na NextGEN você tem o piso plano que garante não só uma melhor locomoção dentro da cabine, mas garante uma geladeira e compartimentos maiores embaixo da cama.

 Outro ponto interessante na S e que mesmo que você opte por ter uma S com o teto normal, o espaço interno comparado a antiga série R Highline é maior. Confira a comparação abaixo:

Comparativo de cabines da antiga geração e a nova geração. Não reproduza esta imagem sem autorização

 Na antiga linha P,G,R a Scania oferecia 7 modelos diferentes de cabines, na NTG esse número para 17, e as novas séries P, G, R e S podem receber a cabine HIGHLINE.

Para o Brasil, a série L não será ofertada.

 As novas cabines são totalmente nova por dentro e por fora. Somando todas as vantagens, a economia total de diesel poderá ser de até 12%. Só os novos motores, equipados com nova tecnologia de alta pressão, garantem até 8% de redução de consumo em comparação com os motores da linha atual, que já são reconhecidos pela economia. A Nova Geração Scania, da mesma forma que na versão global e na linha atual nacional, traz os benefícios irreversíveis da conectividade.

Não é só produto que chega para revolucionar o mercado nacional, mas a forma de vender a nova geração será muito diferente a partir de agora pela rede Scania”, afirma Silvio Munhoz, diretor comercial da Scania no Brasil.

 Segundo a Scania, “as novas cabines foram desenvolvidas com a mais alta tecnologia disponível no mercado e sob a perspectiva do motorista. Nenhuma peça da cabine da atual gama P, G e R, foi reaproveitada na nova linha. É uma característica da Scania privilegiar o motorista na criação do seu produto, algo que faz toda a diferença no dia a dia do trabalho no setor de transportes. O posicionamento do condutor foi realocado para que ele tenha uma melhor visibilidade externa e o painel foi rebaixado. Com isso, a ergonomia está ainda mais adequada e há aumento da segurança na condução. Há uma força ainda maior de frenagem para ajudar a diminuir acidentes”.

 As vendas do novo modelo começa na semana 44 deste ano, que inicia no dia 29 de outubro. As entregas serão feitas a parti de fevereiro de 2019, já que em janeiro a fábrica passara pela última etapa de atualização para realizar a produção integral dos novos modelos.

 A fábrica da Scania em São Bernardo do Campo fabrica modelos para mais de 30 países.

 Em outubro também a Scania irá realizar um lançamento oficial do modelo, onde jornalistas da américa latina terão a oportunidade de testar os novos caminhões.

 O Midia Truck Brasil esteve presente no pré-lançamento da nova geração de caminhões da Scania a convite da montadora.



Tecnologia do Blogger.