Header Ads


Main

Scania e Iveco vão trabalhar juntas em consórcio para estimular o uso de veículos a GNL e LNG na Europa

Scania NTG R410 4x2 GNL Foto de Denis Destruhaut . Não reproduza sem a autorização do mesmo.



 Além das duas montadora, as empresas Shell, Disa e Osomo complementa o consórcio BioLNG EuroNet

Texto de Érico Rafael Pimenta. Editor-chefe do Midia Truck Brasil

  O consórcio BioLNG EuroNet formado pelas empresas Shell, Disa, Osomo, Iveco e Scania tem como objetivo de aplicar um conjunto de ações estratégicas e investimentos para colocar em circulação nas estradas mais dois mil caminhões movidos a GNL, 39 novos postos de abastecimento de GNL e uma central destinada a produção de BioLNG, que será construída na Holanda. Essa instalação produzirá 3.000 mil toneladas/ano de BioLNG e usará bio-metano produzido a partir de resíduos.

 O objetivo do consórcio é ajudar a União Europeia a atingir a meta de reduzir em 60% das emissões de CO2 até 2030, através do lançamento de pesadas compensações de carbono na Europa continental.

 Os postos de abastecimentos  de GNL serão construídos na Bélgica, França, Alemanha, Holanda, Polônia e Espanha. As estações serão localizadas a cerca de 400 km nas principais estradas da Espanha para a Polônia Oriental.





 A Diretiva 2014/94  do Parlamento Europeu e do Conselho de 22 de outubro de 2014, relativa à implantação de infraestruturas de combustíveis alternativos define um quadro comum de medidas para a implantação de infraestruturas de combustíveis alternativos na União Europeia e para atenuar o impacto ambiental dos transportes. Estabelece também os requisitos mínimos para a construção de infraestruturas de combustíveis alternativos, incluindo GNL (Gás Natural Liquefeito) e Gás Natural Comprimido (GNC).

As perspectivas das empresas do consórcio

"O LNG vem se tornando o combustível mais acessível para o setor logístico, o que torna uma importante fonte de energia para o desenvolvimento do transporte", diz o vice-presidente executivo da Shell Retail István Kapitány. "A Shell está empenhada em fornecer aos seus clientes uma gama de combustíveis alternativos e reduzir a emissão de carbono e as novos pontos de GNL e LNG são uma parte integrante desse quebra-cabeça. Estou ansioso para esta importante rede de estações acessíveis para acolher os motoristas europeus."

"Este programa abrange os postos de abastecimento, a produção de biocombustíveis, e subvenções. Todos são necessários para que os clientes possam investir nesses caminhões, embora os custos iniciais são mais elevados do que o normal", diz Diretor de soluções para transportes sustentáveis da Scania Group Jonas Nordh. "O LNG ajuda reduzir as emissões de CO2 em cerca de 20% e atualmente é o mais amplamente disponível.”

 Pierre Lahutte, Presidente da IVECO, comenta: “Este projeto abre a possibilidade de uma transição perfeita para uma abordagem de economia circular baseada na geração de energia a partir de resíduos. Isso possibilita até mesmo emissões negativas de GEE e sequestro de carbono. O financiamento do projeto nos permitirá ajudar nossos clientes a converter suas frotas em GNL por meio de planos competitivos de financiamento e leasing da Iveco Capital, aumentando o número de veículos a gás natural nas estradas europeias e avançando em direção a uma indústria de transporte sustentável ”.


A gama de veículos a GNL e LNG na Europa

 Atualmente, tanto a Scania quanto a Iveco vem apostando no desenvolvimento e implementação de modelos com combustíveis alternativos. Na edição deste ano de 2018 da IAA, a Iveco apresentou toda uma gama de veículos a combustíveis alternativos, entre os destaques fica a série NP (Natural Power) no qual tem uma autonomia para 1.600 km, porém recentemente um modelo passou dessa marca. Você pode acompanhar essa historia aqui: https://goo.gl/UGvpNK


 A Scania também tem diversas soluções usando combustíveis alternativos. No Brasil atualmente se encontra em testes um modelo da nova geração a gás que esta sendo testada pela Citrosuco em São Paulo.  

 Para mais informações sobre o BioLNG EuroNet, visite o site do consórcio: https://biolngeuronet.eu/



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.