Header Ads


Placas Mercosul são adiadas para julho de 2019






Entre adiantamentos e suspensões, Placa Mercosul está longe de virar realidade no Brasil

Texto de Érico Rafael Pimenta. Editor-chefe do Midia Truck Brasil

 Longe de ser definitivamente implementada, as Placas Mercosul são adiadas novamente devido a uma série de questões e discussões sobre a sua implementação e viabilidade. Entre os problemas: equívoco na atribuição das empresas que fabricam as placas e o fato do sistema integrado de informações não estar pronto antes da adoção da nova identificação dos veículos.

 As placas que já deviam estar sendo implementadas sofreram varias mudanças e prazos, por fim cada estado teve um prazo diferente estipulado pelo conselho. O Rio De Janeiro por exemplo já estava fazendo o emplacamento com o novo padrão. Era cobrado R$ 219,35, o valor é o mesmo cobrado no estado pelas antigas placas. Ainda segundo o Detran-RJ, até o dia 28 de dezembro foram emplacados cerca de 350 mil veículos.





 A nova resolução de Nº 770, que prorrogou o prazo foi redigida no dia 20/12 porém foi publicada somente na ultima sexta-feira (28). A publicação foi feita no dia 28/12/2018 na Edição 249, Seção: 1. Pagina 439.

 Com a prorrogação do prazo em vez da suspensão, os estados que já adotaram, como o Rio De Janeiro citado acima, não precisam voltar ao sistema antigo, e nem terão a emissão suspensa do novo modelo. 

Para ler o Diário Oficial da União clique aqui




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.