Header Ads

Caminhão elétrico começa a rodar no Rio de Janeiro

BYD eT8A 4x2. Modelo 100% elétrico tem autonomia de 200 km. Reprodução BYD


Veículo fará transporte de resíduos orgânicos da Cadeg para usina do Caju

(O DIA) Rio - O Rio de Janeiro recebeu seu primeiro caminhão 100% elétrico que será responsável pela coleta, compactação e transporte de resíduos do Mercado Municipal do Rio de Janeiro (Cadeg). A entrega do veículo, fabricado pela BYD, foi realizada nesta quinta-feira, 23 de maio, para a empresa Clean Ambiental, que pretende substituir toda sua frota por veículos elétricos.

 O caminhão modelo eT8A é alimentado por uma bateria de fosfato de ferro-lítio, reciclável e com vida útil de até 30 anos. O veículo 100% elétrico não emite CO2 na atmosfera e ainda é bem mais silencioso que um caminhão a diesel. A manutenção simples e o desempenho do motor também são pontos fortes, se comparados aos veículos tradicionais. O caminhão pesa 21 toneladas e pode rodar oito horas (cerca de 200 km) para cada recarga.





 O caminhão sustentável vai transportar os resíduos orgânicos da Cadeg para a usina do Caju diariamente. A estimativa é de que cada caminhão elétrico deixe de emitir 14 toneladas de gás carbônico ao mês. Em caminhões convencionais, a queima de 1 litro de diesel produz cerca de 4 kg de gás carbônico e cada veículo consome cerca de 10 litros de diesel por hora e roda 360 horas por mês, aproximadamente. Sob todos os aspectos, o início da operação do veículo elétrico sinaliza para um futuro com menos emissão de CO2, maior responsável pelo efeito estufa.

 “Ficamos durante um período fazendo a operação com um caminhão-teste. Estamos muito satisfeitos. Apesar de o veículo possuir um preço acima da média do mercado, o caminhão se torna econômico quando utilizado em larga escala. Por isso está nos nossos planos adquirir, no médio prazo, ainda este ano, 10 veículos da BYD e, no longo prazo, substituir toda a nossa frota, que hoje é de 60 caminhões”, diz Eduardo Días Almeida, presidente da Clean Ambiental.



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.