Header Ads


Pedágio da MG-050 fica 5,08% mais caro a partir de 13 de junho; confira a nova tabela de preços

AB Nascentes das Gerais administra 371 quilômetros da rodovia. Foto: Bruno Freitas/Viu Itaúna


(Viu Itaúna / Bruno Freitas) A partir do próximo dia 13, motoristas que trafegam pela MG-050 pagarão novas tarifas de pedágio. O valor ficou 5,08% maior em média, passando dos atuais R$ 5,90 cobrados para automóveis, caminhonetes e furgões, para R$ 6,20 – conforme apurado em primeira mão pelo @viuitauna. O reajuste, de acordo com a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), está previsto no contrato de concessão patrocinada (PPP) da rodovia, sendo ajustado anualmente de forma automática.

 Na nova tabela, caminhões leves, ônibus, caminhão-trator e furgões categoria 2 passarão dos atuais R$ 11,80 para R$ 12,40. O pedágio de caminhões com reboque e caminhões trator com semi-roboque vai de R$ 35,40 para R$ 37,20. Já os motociclistas, que hoje pagam R$ 3 nas seis praças de pedágio da rodovia, terão de desembolsar R$ 3,10 (aumento de 3,33%).


Confira a nova tabela de preços:



 O valor da tarifa, ainda conforme a Setop, é calculado com base na variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), índice de reajustamento definido por contrato, além de “critérios de arredondamento” também previstos no mesmo instrumento.





Conforme matéria publicada hoje pelo @viuitauna, em 11 anos a tarifa média de pedágio na MG-050, no trecho da rodovia que liga Juatuba à São Sebastião do Paraíso, no Sul do estado, ficou 78,79% mais cara. Dos R$ 3,30 de taxa para automóveis, caminhonetes e furgões do início da cobrança, em junho de 2008, o valor hoje é de R$ 5,90.

Com o novo reajuste, o índice acumulado chega a 87,88%.

 No último aumento, em junho do ano passado, a variação foi de 1,72% – menor índice desde que a concessionária começou a cobrar pelo uso da rodovia, em junho de 2008.

INVESTIMENTOS E REPASSE DE ISSQN

 Em nota, a AB Nascentes das Gerais afirma que desde o início da concessão, em junho de 2007, foram investidos R$ 1,5 bilhão em obras de melhorias e ampliação de capacidade no sistema MG-050. Além disso, por meio ISSQN, foram repassados às prefeituras dos municípios cortadas pelo sistema MG-050, cerca de R$ 43 milhões.

 Para os próximos quatro anos estão previstas obras de 25 quilômetros de duplicação de pistas; 30 quilômetros de terceiras faixas; 7 quilômetros de correção de traçado; 17 viadutos, pontes e passagens inferiores de veículos e pedestres; 3 passagens de pedestres; e 3 passarelas, com investimentos previstos no valor de R$ 500 milhões.



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.