Header Ads

DNIT segue com os trabalhos de recuperação da BR-163/MT



Há três frentes de serviços para restaurar o segmento que vai do km 855, em Sinop (MT), ao km 1.115, já na divisa com o Pará

(DNIT) Para aproveitar a janela do período seco, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) mantém o ritmo forte de trabalho na BR-163/MT, no Estado do Mato Grosso. Há três frentes de serviços para restaurar o segmento que vai do km 855, em Sinop (MT), ao km 1.115, já na divisa com o Pará.

 Para recuperar a rodovia, a Autarquia recicla o pavimento. Nesse trecho, devido ao grande fluxo de veículos pesados, está sendo adicionado cimento para garantir uma recuperação mais eficaz da base da rodovia.





 Equipes do DNIT também trabalham no trecho entre Itaúba (MT), à altura do km 936, até Sinop (MT). Além da reciclagem do pavimento, os serviços incluem recuperação de drenagem, sarjetas e meios-fios, sinalização horizontal e vertical, além de uma nova capa asfáltica.

 Para a execução do trabalho, estão sendo usadas três usinas de asfalto e uma de britagem, com produção diária de aproximadamente 1.800 toneladas. A previsão é de que essa etapa dos serviços, entre a divisa do Pará e Sinop (MT), esteja concluída na primeira quinzena de outubro.

 A BR-163/MT é a principal rodovia de escoamento agropecuário de Mato Grosso. O fluxo diário de veículos no segmento entre Sinop e a divisa com o Pará é de aproximadamente 2.000 veículos.

Coordenação de Comunicação Social - DNIT



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.