About Me



Com 40 novos Volvo, Curitiba celebra a renovação prometida em sua frota de ônibus


 Nos últimos quatro anos a capital do Paraná recebeu 517 novos ônibus, completando a renovação projetada pela atual administração municipal. Nas entregas de 2020, mais uma vez a Volvo foi uma das principais fornecedoras de veículos para o sistema de transporte da cidade, com 6 biarticulados, 13 articulados, 16 padron e 5 convencionais. 

 “Voltamos a ter total hegemonia nos biarticulados, um veículo em que somos líderes absolutos na cidade e no mercado. Além disso, tivemos entregas expressivas em todo o segmento de veículos pesados, que inclui também articulados e ônibus padron”, afirma Fabiano Todeschini, presidente da Volvo Buses Latin America. 

Inspiração mundial 

 Curitiba é considerada a origem do BRT (do inglês Bus Rapid Transit, ou Sistema de Ônibus Rápidos), conceito que utiliza ônibus em corredores exclusivos, com embarques em nível e bilhetagem pré-paga para dar mais fluidez ao transporte coletivo de passageiros. Surgido na cidade nos anos 70, o sistema inspirou diversas outras metrópoles ao redor do mundo, especialmente na América Latina. No início da última década, no entanto, diversos fatores vinham limitando a renovação da frota, o que foi revertido nos últimos anos. “Como parceiros desde o início do BRT ficamos muito felizes por a cidade ter voltado a investir em ônibus novos, seguros e de qualidade”, assegura Paulo Arabian, diretor comercial de ônibus da Volvo no Brasil. 




 Atualmente o sistema de transporte de Curitiba transporta 1,23 milhão de pessoas, em mais de 14,1 mil viagens diárias. Divididos entre 254 linhas, os 1.250 ônibus da cidade percorrem uma média diária 273 mil quilômetros. 

Projeto influente 

 Por sua contribuição como inspiração global, recentemente o BRT de Curitiba foi reconhecido como um dos “50 projetos mais influentes do mundo”, pelo PMI (do inglês Project Management Institute, ou Instituto de Gestão de Projetos), ao lado de outras ideias revolucionárias como a Internet (base de toda a conectividade que conhecemos hoje), o Google (mecanismo de busca de informações na Internet) e a Apollo 11 (nave que levou o primeiro homem à lua). “Temos muito orgulho de ter criado o primeiro ônibus biarticulado comercialmente viável do mundo, ajudando para esta consolidação do BRT de Curitiba e depois de outras metrópoles”, afirma Fabiano Todeschini. 

Conectados e seguros 

 Os novos Volvo de Curitiba são dos modelos B340M biarticulado, B340M articulado, B250R padron e B270F convencional. Os veículos pesados (biarticulados, articulados e padron) contam com itens como sistema de freios eletrônicos à disco e ABS, controle eletrônico de aceleração, sistema automático de nivelamento da suspensão a ar, entre outros. 

 Os pesados Volvo estão também habilitados para ativação do Controle Automático de Velocidade, sistema que utiliza conectividade GPS para reduzir automaticamente a velocidade dos ônibus em áreas críticas como terminais, perto de escolas ou hospitais. No ano da implantação (2018), essa tecnologia teve importante contribuição para a redução de 50% nas colisões no eixo norte do BRT da capital paranaense, comparando com o ano anterior. 

Banco Volvo 

 Todo o lote de 40 veículos foi financiado por meio do Banco Volvo. “Viabilizamos todo o suporte para que os clientes fechassem negócio com a marca. Estamos muito orgulhosos em ter contribuído para que a população de Curitiba continue contando com ônibus seguros e de alta qualidade”, assegura Valter Viapiana, diretor comercial da Volvo Financial Services, divisão financeira da marca responsável por financiamentos, seguros e consórcio.  

Confira o vídeo da entrega 


Postar um comentário

0 Comentários