About Me


A partir de 2021, jovens com menos de 21 anos poderão dirigir caminhões na Espanha


 Idade mínima segue como 18 anos e vale inicialmente para Valência, município portuário da Espanha  

 A Federação Valenciana de Empresários de Transportes e Logística (FVET) comemorou o anúncio da Direção-Geral de Trânsito (DGT) de modificar o Regulamento Geral do Motorista no que diz respeito à idade mínima de obtenção da licença de circulação (carteira de habilitação) para a condução de veículos pesados, equiparando-a ao estabelecido na União Europeia. 

 

 Assim, os jovens valencianos de 18 a 21 anos poderão obter o cartão do grupo C, que os autoriza a conduzir todo o tipo de camiões, e o cartão do grupo C + E a partir do momento em que cumpram os maior idade. “Esta é uma reivindicação histórica do setor do transporte rodoviário de mercadorias”, diz Carlos García, secretário da FVET, “principalmente para atrair os jovens que se interessaram pela profissão”. 





 A redução da idade mínima legal para a obtenção da carta de condução das classes C, C + E, D e D + E aos 18 anos, tem sido solicitada em diferentes ocasiões à DGT, uma vez que, Em 2009, devido a uma transposição errada da Diretiva Europeia de Autorizações de Condução, a Espanha aumentou essas idades mínimas para 21 para as cartas de classe C e 24 para a classe D. 

 

 Atualmente, na província de Valência existem mais de 20.000 profissionais do transporte rodoviário de mercadorias, com idades compreendidas entre os 50 e os 60 anos. Este novo regulamento vai facilitar a mudança geracional, na opinião dos especialistas. 

 

 “Esta reforma vai contribuir para aproximar os jovens da profissão de condutor, uma vez que a formação exigida, o CAP, também pode ser adquirida através da Formação Profissional do sistema de ensino, para além das formas como agora pode ser obtida”. Aliás, o próximo exame para a obtenção desta certificação CAP, convocado pelo Ministério da Política Territorial, Obras Públicas e Mobilidade, é no dia 28 de novembro, e reúne cerca de 600 candidatos por ano. 

 

 Da FVET confiam que esta mudança se dê o mais breve possível e sirva para atrair uma nova geração de jovens que, sem dúvida, ajudará as empresas de transporte rodoviário de mercadorias a modernizar o setor e garantir um melhor funcionamento do. Cadeia de Suprimentos. 


Diario de Transporte com tradução e adaptação de Midia Truck Brasil  


Postar um comentário

0 Comentários