About Me


PRF realiza fiscalização em caminhões carregados com produtos perigosos na Bahia


 As ações de fiscalização fazem parte da 14ª edição da Operação Temática de Fiscalização do Transporte de Produtos Perigosos – OTEPP que leva em consideração o aumento do tráfego de produtos perigosos nas rodovias federais e a crescente necessidade de profissionais cada vez mais habilitados para a fiscalização, orientação dos condutores e assim, garantir a mobilidade e segurança viária nas rodovias federais que cruzam o país. 

(Agência PRF) A Polícia Rodoviária Federal iniciou na última sexta-feira (06) a 14ª edição da Operação Temática de Fiscalização do Transporte de Produtos Perigosos – OTEPP. A operação tem por objetivo a intensificação da fiscalização pela PRF dos veículos de transporte de produtos perigosos e realizar o aperfeiçoamento e profissionalização do policial que realiza as abordagens a estes veículos, dada as complexidades e riscos que envolvem o transporte de produtos perigosos. 

 

 Ainda, nos últimos anos houve um aumento do tráfego de produtos perigosos nas rodovias federais, incrementando a necessidade de profissionais cada vez mais habilitados para a fiscalização, orientação dos condutores e assim, garantir a mobilidade e segurança viária nas rodovias federais que cruzam o país. 





 Isso porque os acidentes envolvendo produtos perigosos têm potencial para afetar não só os seus usuários, mas também a saúde da população lindeira ao local do acidente, o meio ambiente e a economia nacional. 


 O foco da operação é a fiscalização dos produtos perigosos como os combustíveis líquidos, explosivos, percursores químicos e os produtos radioativos. Muitos destes produtos não apenas afetam a saúde das pessoas, mas podem ser utilizados para práticas criminosas, trazendo um grande prejuízo econômico, tais como o roubo de cargas, roubo a instituições financeiras e roubos a veículos de transporte de valores, fabricação das drogas. Além disso, alguns produtos transportados têm destaque e importância nacional, como querosene de aviação, gasolina, diesel e etanol, essenciais para a logística nacional na manutenção da mobilidade de pessoas e transporte de mercadorias. 


 Até a tarde de hoje (10), as equipes de PRFs flagram 376 veículos com irregularidades no transporte destes produtos perigosos, os policiais também deram orientações aos condutores acerca da necessidade de observar os itens de segurança e devida forma de realizar o transporte. 


 É a PRF buscando a excelência no serviço prestado à sociedade, investindo em capacitação e profissionalização dos policiais rodoviários federais para o aperfeiçoamento das fiscalizações de produtos perigosos, garantindo mais segurança para a população. 


Postar um comentário

0 Comentários