About Me


Associação de caminhoneiros nos Estados Unidos pedem para caminhoneiros terem prioridade na vacinação contra o Covid-19


A ATA (AMERICAN TRUCKING ASSOCIATIONS) destaca o papel fundamental dos caminhoneiros na pandemia  

 

 A ATA (AMERICAN TRUCKING ASSOCIATIONS) solicitou as autoridades competentes do governo para que se lembre do papel essencial dos caminhoneiros e a indústria como um todo na distribuição da vacina contra o Corona Vírus. Em cartas enviadas à Casa Branca, ao Comitê Consultivo sobre Práticas de Imunização do CDC, ao presidente eleito Biden e à National Governors Association , a ATA solicitou que a força de trabalho do setor de transporte rodoviário fosse incluída em pools de acesso priorizados junto com outros trabalhadores essenciais. 

 

 “Nossa força de trabalho representa um elo central e crítico na cadeia de abastecimento do país e desempenhará um papel essencial no processo iminente de distribuição da vacina COVID-19”, escreveu o vice-presidente executivo de defesa da ATA, Bill Sullivan. “Como a indústria de caminhões é chamada a entregar vacinas em todo o país, é imperativo que os motoristas de caminhão priorizem o acesso à vacina para minimizar o potencial de atrasos e interrupções na cadeia de abastecimento. 





 Desde o início da pandemia, a indústria de transporte rodoviário tem sido crucial em todas as fases do esforço de resposta nacional, fornecendo apoio direto e indispensável aos trabalhadores de todas as categorias na linha de frente - desde profissionais de saúde e primeiros socorros a mercearias e farmacêuticos. Este papel inestimável agora se expande ainda mais à medida que a nação começa a se mobilizar para a maior campanha de distribuição de vacinas de nossa história.  


  As cartas citam a designação da indústria como essencial pela Agência de Segurança Cibernética e de Infraestrutura do Departamento de Segurança Interna, observando que mais de 80% das comunidades dos EUA dependem exclusivamente de caminhões para receber os produtos necessários. 


Tradução e adaptação Midia Truck Brasil  


Postar um comentário

0 Comentários