About Me


Governo federal da Alemanha contrata o Grupo Deutsche Post DHL, pela 1ª vez, para gerenciar a logística da vacina contra a COVID-19


 DHL Supply Chain dispõe de armazéns e infraestrutura de última geração para lidar com as primeiras 2,2 milhões de doses da vacina a temperaturas de até -70º 

 O estado da Baixa Saxônia é um dos primeiros estados federais alemães a contratar a DHL Supply Chain, líder de mercado em contratos logísticos e parte do Grupo Deutsche Post DHL, para armazenar e transportar as novas vacinas contra a COVID-19. A DHL Supply Chain armazenará cerca de 2,2 milhões de doses da vacina e cerca de 350 paletes de equipamentos de vacinação para o estado da Baixa Saxônia em duas de suas mais de 140 unidades certificadas de Saúde e Ciências Biológicas. A partir dessas unidades, a DHL Supply Chain irá transportar a vacina para os centros de vacinação e hospitais em todo o estado. 

 

 "Uma particularidade deste contrato é que a nova vacina de mRNA da Biontech/Pfizer deverá ser armazenada em temperaturas extremamente baixas. Armazenamento e distribuição a -70 graus celsius representam um grande desafio. Apenas um grupo seleto de empresas de logística possui a capacidade de refrigeração e transporte nessa faixa de temperatura tão baixa. Porém, antecipadamente, investimos desde o início para expandir nossas capacidades de freezers e instalações de armazenamento refrigerado. Este primeiro contrato com um governo estadual alemão, para gerenciar a logística de distribuição de vacinas contra a COVID-19 no estado da Baixa Saxônia, destaca o papel decisivo que o Grupo Deutsche Post DHL terá no combate à pandemia do novo coronavírus", disse Oscar de Bok, CEO da DHL Supply Chain e Membro do Conselho de Administração do Grupo Deutsche Post DHL. 





 A DHL Supply Chain armazenará as vacinas e os equipamentos de vacinação para o estado da Baixa Saxônia em duas unidades diferentes. A partir dessas unidades, as doses da vacina serão coletadas e preparadas para o transporte. Também está previsto o armazenamento das doses da vacina em diferentes faixas de temperatura. Além das capacidades de armazenamento de vacinas de mRNA, que precisam ser armazenadas a -70º, capacidades de resfriamento também serão fornecidas para doses da vacina, que serão armazenadas a -20º ou de 2º a 8º. 

 

 "Os preparativos para as próximas vacinações contra a COVID-19 representam um grande desafio organizacional em muitos níveis diferentes. Portanto, estou muito satisfeito que o governo do estado da Baixa Saxônia tenha assinado contrato com a DHL Supply Chain, colocando toda a logística das vacinas em um sistema de base profissional e confiável. Com isso, nossa logística está completamente pronta. A DHL armazenará os suprimentos e as vacinas e garantirá que os centros de vacinação e hospitais em todo o estado recebam as vacinas com segurança e eficiência", disse a Dra. Carola Reimann (SPD), Ministra da Saúde do Estado da Baixa Saxônia. 

 

 Com base em sua estrutura federal, a responsabilidade pelo gerenciamento da vacinação na Alemanha fica por conta dos 16 estados de maneira independente. O estado da Baixa Saxônia é um dos primeiros estados alemães a cooperar com um provedor logístico privado para gerenciar a logística da distribuição da vacina contra a COVID-19. O Dr. Karsten Schwarz, CEO da DHL Supply Chain Germany & Alps acrescentou: “A DHL Supply Chain também está se preparando para abastecer outros estados alemães, com negociações em fases finais para o fornecimento, o transporte e o armazenamento de vacinas contra a COVID-19". 


Postar um comentário

0 Comentários