Hot Widget

Publicidade7
Type Here to Get Search Results !

Librelato abre novos mercados de exportação na África Oriental




Com inédito negócio fechado com Quênia e Uganda, empresa passa a atender dois mercados com alta demanda por semirreboques 

 

 A Librelato acaba de fechar dois importantes negócios de exportação para o continente africano. A empresa vai enviar implementos para o Quênia e Uganda, ambos na África Oriental. Os produtos serão enviados em CKD do Brasil para o Quênia, onde serão montados para as mais diversas aplicações nos dois países que vazem fronteira entre si. 

 

 O negócio, cujo volume será de mais de dois milhões de dólares neste ano, com previsão de mais do que dobrar o montante no ano que vem, foi o primeiro a ser realizado por fabricantes de implementos nacionais em ambos os países africanos. “Entendemos as particularidades e necessidades dos frotistas da região e demonstramos que podemos atendê-los plenamente com produtos robustos, com alta tecnologia e total disponibilidade de serviços de pós-venda”, comenta José Carlos Sprícigo, CEO da Librelato. 



 Quênia possui mais de 580 mil quilômetros quadrados de território e, Uganda, mais de 240 mil quilômetros quadrados. A população somada, de ambos, chega a 100 milhões de habitantes. São países com alta demanda por transporte rodoviário de carga e que buscam implementos que aliam robustez com maior capacidade de carga.   


 De acordo com Sprícigo, os semirreboques que serão exportados para o Quênia e Uganda passaram por diversos ajustes técnicos e operacionais tornando-os sob medida para atender as condições mais severas de aplicações daqueles dois mercados. “Além disso, em nossas negociações, asseguramos amplo treinamento da equipe técnica e total suporte para reposição de peças”. 


 Com objetivo de ampliar ainda mais a presença de equipamentos Librelato nos grandes mercados da África, a empresa também abriu escritório comercial em Lisboa, capital de Portugal. “Com isso ganhamos agilidade para prospectarmos mais parcerias similares às realizadas no Quênia e Uganda em outras regiões do continente. Não obstante, seguimos ampliando nossas vendas de produtos acabados para os países da região oeste do continente”. 



 A Librelato é uma das primeiras implementadoras do Brasil a exportar produtos para a África. Com 400 produtos exportados no ano passado, resultado comprometido pela crise sanitária que atingiu todos os países, e uma expectativa de em 2021 exportar mais de 1.000 produtos, a Librelato é a segunda maior exportadora de semirreboques do Brasil. 


LIBRELATO - Fundada em 1969, na cidade de Orleans, SC, a Librelato é hoje uma das mais inovadoras fabricantes de implementos do Brasil. Com cerca de 1,6 mil colaboradores e receita de 950 milhões de reais em 2019, a empresa concentra suas fábricas em seu Estado natal, sendo duas unidades em Içara e uma em Criciúma. Seus 60 representantes estão estrategicamente instalados em todas as regiões brasileiras, assim como em países da América do Sul como Paraguai, Uruguai, Bolívia e Chile. A Librelato possui um dos mais completos portfólios de produtos do País. São reboques, semirreboques, bitrens, tritrens e rodotrens: para aplicações em carga seca, graneleiro, carrega tudo, tanque aço carbono policêntrico, tanque aço carbono cilíndrico, florestal, furgão alumínio, furgão lonado, furgão lonado para transporte de bebidas, porta contêiner, tanque aço inox cilíndrico, canavieiro e frigorífico. 

 


Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Iara Scot

Below Post Ad