Hot Widget

Type Here to Get Search Results !

81% das empresas de transporte de cargas de São Paulo percebem falta de motoristas

Imagem ilustrativa. Divulgaçao: Volvo Trucks


Pesquisa traça perfil de vagas e bancos de currículo 


 De acordo com estudo conduzido pelo Instituto Paulista do Transporte de Carga (IPTC), 81% das empresas de transporte rodoviário de cargas de São Paulo e região percebe uma crítica falta de motoristas no mercado de trabalho. Dessas 34% tiveram grande turnover, ou seja, uma grande rotatividade de profissionais. 


 O órgão vinculado ao Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região (SETCESP), evidenciou que a falta de motoristas acarreta outra grande questão: veículos parados nas bases das empresas. Segundo a pesquisa, 38% das empresas consultadas apontaram que os veículos ficam estacionados por não haver profissionais capacitados para dirigi-los. 







 O IPTC mapeou mais de 500 vagas para motoristas na Grande São Paulo em aberto e o departamento de recursos humanos do SETCESP está fazendo a captação de currículos e repassando para as empresas. 


Os currículos devem ser enviados para vagas@setcesp.org.br 


Sobre o SETCESPwww.setcesp.org.br - Fundado em 1936, o SETCESP - Sindicato das Empresas de Transporte de Carga de São Paulo e Região é fruto da união de empresários do Transporte Rodoviário de Cargas (TRC) atuantes na rota entre São Paulo e Santos, que necessitavam de uma entidade que fosse intérprete central da luta pelos direitos do segmento. Hoje, com 83 anos, é o maior sindicato patronal do setor na América Latina e protagonista de uma história com grandes conquistas e credibilidade reconhecida por transportadores, órgãos governamentais e representantes da esfera política. Sempre atualizado nas constantes demandas do TRC, o SETCESP vem sendo crucial e atuante para o desenvolvimento da categoria, não apenas para os 50 municípios que representa na grande região metropolitana de São Paulo, mas também para todo o Brasil. Além disso, a entidade oferece total apoio às mais de 21.000 empresas associadas com informações atualizadas, estudos técnicos, treinamentos, palestras, consultorias jurídica, econômica e operacional, entre outros serviços. 


Postar um comentário

2 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.
  1. Os motoristas não querem seus filhos exercendo a profissão estão desmotivados não apostam na profissão acham arriscada e mal remunerada as empresas não querem realizar processo de capacitação de profissionais, vai indo o transporte rodoviário vai ficar escasso caminhão vai virar peça de museu .

    ResponderExcluir
  2. Um forte abraços a todos profissional rodoviário.

    Infelizmente nós sofremos com ausência da família.
    Falta de respeito todos lugares que chegamos
    Até mesmo das próprias empresas
    Não temos salários digno
    Falta segurança nas estradas
    Somos tratados igual bandidos diante das fiscalizações.
    Não vale a pena
    Já sai da estrada não quero mas
    Tenho certeza que vai piorar mas é só começo.
    Abraços

    ResponderExcluir

Iara Scot

Below Post Ad