DAF10ANOS

Garrett celebra 45 anos no Brasil

Ao longo dos 45 anos, a empresa vem sempre inovando para os seus clientes. Divulgação: Garrett

 As equipes e representantes da Garrett Advancing Motion comemoraram recentemente 45 anos de produção de turbocompressores no Brasil. A empresa mantém o seu investimento em recursos aprimorados de produção para apoiar clientes em toda a América Latina para atender os cada vez mais rígidos padrões de emissões automotivas.

 A unidade da empresa em Guarulhos, na Grande São Paulo, já entregou mais de 5 milhões de turbos para automóveis de passeio, caminhões, ônibus e máquinas agrícolas e foi recentemente modernizada para atender a demanda por sistemas de turboalimentação da nova geração de motores movidos a gasolina e flex.



 Em uma cerimônia especial para marcar o aniversário no final de junho, Paulo Vecchia, diretor geral da Garrett na América Latina, disse que o pioneirismo que apoiou a instalação da unidade continua em uma nova era automotiva.

 A Garrett é líder global em tecnologias diferenciadas que apoiam a evolução da indústria automobilística em direção a veículos mais limpos, eficientes e conectados. Os turbos ajudam a aumentar a eficiência dos motores, garantindo melhor desempenho, eficiência de combustível aprimorada e emissões reduzidas.

 “Desde o desenvolvimento do primeiro carro turboalimentado do Brasil -- o Fiat Uno Turbo em 1994 -- a Garrett tem sido um importante parceiro tecnológico para a indústria automobilística em toda a América Latina”, disse Vecchia. “Isso se reflete hoje em nosso investimento contínuo em pesquisa e fabricação no Brasil, pois apoiamos os clientes com tecnologia turbo que ajuda a alcançar a conformidade com os padrões de emissões, incluindo o Proconve P7.”

 A Garrett está presente no Brasil desde 1976, quando instalou sua primeira fábrica no País, sendo pioneira no fornecimento de sistemas de turboalimentação de motores para a indústria automobilística e o segmento agrícola. Entre os inúmeros projetos pioneiros destaca-se o sistema de turboalimentação para o VW Gol e Parati, que na época do lançamento, em 2000, se tornou o motor 1.0 de maior potência do mundo.



 Eric Fraysse, presidente de Global Aftermarket, Brasil e India da Garrett, destacou o papel central que as tecnologias turbo desempenharão para ajudar as montadoras a se adaptarem a uma nova era de padrões de emissões mais rígidos.

Nosso investimento no Brasil reflete nosso compromisso com a indústria automobilística na América Latina, pois aproveitamos nossa experiência em áreas como eletrificação e software para conexão de veículos para ajudar as OEMs a desenvolver e entregar a próxima geração de motores com baixo consumo de combustível”, disse Fraysse durante o evento.


Postagem Anterior Próxima Postagem