Publicidade

Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

Style6[OneLeft]

Style6[OneRight]

Guerra demonstra pioneirismo e tecnologia ao lançar novo sistema de amarração de cargas para sua linha 2017.

 Implementadora mostra-se atenta as novas exigências do CONTRAN e apresenta sistema para a amarração de cargas.

Texto de Érico Pimenta. Editor-Chefe do Midia Truck Brasil.

 A Guerra, acaba de lançar um novo e exclusivo sistema que já está disponível para todos os Graneleiros e Carga Seca da Guerra. Ainda segundo a Guerra, o novo sistema foi testado e homologado em conformidade com as especificações da nova resolução do CONTRAN 552/15. 



 O novo sistema da Guerra, permite que a carga seja amarada ou ancorada tanto pelo lado interno da plataforma de carga como pelo lado externo do chassi, possibilitando as mais diversas variações e disposições de cargas encontradas pelos transportadores, sempre em conformidade com os critérios legais.  

 As carretas Guerra com ano/modelo 2017/2017 já estão sendo equipados com os novos pontos de ancoragem, mas também é possível a compra do kit de adaptação para os modelos Guerra. O motorista ou empresa que queira fazer a compra do kit, pode entrar em contato com um dos 40 distribuidores Guerra em todo o Brasil, que estão capacitados para realizar tal procedimento, que ainda, segundo a Guerra, segue um rigoroso controle de qualidade e orientações técnicas da fábrica.



 A legislação 552/15 prevê que a partir de janeiro de 2018, a obrigatoriedade desta configuração, devidamente testada, para os implementos rodoviários que estão em circulação.

 A Guerra também disponibiliza para o mercado um novo sistema de amarração de cargas para Baús Lonados (Siders), este que já está incluso nos modelos da Linha Garra 2017/2017, e pode ser incorporado aos veículos em circulação

Japão irá desenvolver e testar caminhões autônomos em 2018.


Governo já está planejando testes com caminhões em comboio Platooning.

Texto de Érico Pimenta. Editor-Chefe do Midia Truck Brasil.

 O Japão vive uma escassez de motoristas de caminhoneiros no país, com isso o governo através do ministério de Transportes e Industria e Telecomunicações estratégicas apresentou um plano para auxiliar e incentivar o desenvolvimento de caminhões autônomos que andem em comboios conectado um ao outro sem fio, o chamado Platooning. 



 A Isuzu Motors e Hino Motors, já estão trabalhando em modelos do tipo. O plano do governo e permitir os testes na Shin-Tomei, que liga Tokio e Nagoya.

 O objetivo do governo com o desenvolvimento dessa nova tecnologia e descongestionar as estradas e lidar com a diminuição da oferta de motoristas profissionais no país.       


Freightliner inicia produção do novo Cascadia.


Em 2016, ano de lançamento do modelo, apenas os modelos Day-Cab estavam sendo produzido.

Texto de Érico Pimenta. Editor-Chefe do Midia Truck Brasil.

 A Frieighliner anunciou que está iniciando a fabricação e produção integral do novo Cascadia. O novo Cascadia (equipado com AeroX e Integrated Detroit ™ Powertrain (IDP), incluindo um motor GHG17 DD15®, DT12 ™ com Intelligent Powertrain Management (IPM4) e 2.16 de relação de eixo de transmissão direta) possui até 8% de economia de combustível. O Freightliner estreou o novo Cascadia em setembro de 2016 e começou a produção dos modelos 126 "BBC Day Cab e 72" Raised Roof Sleeper Cab.


















 "É emocionante ver caminhões saindo da linha de montagem e sendo entregues aos clientes. O novo Cascadia oferece eficiência de combustível, conectividade, segurança, qualidade e uma experiência de driver Premium para nossos clientes ", disse Kary Schaefer, gerente geral de Marketing e Estratégia da Daimler Trucks North America.

O novo Cascadia pode ser equipado com os motores:

 Detroit DD13 6 cilindros de 12.8 Litros / 350 a 505 cavalos. Torque 1250-1850 lb-ft. O Motor DD13 pesa 1.128 Kg e usa 38 litros de óleo.

 Detroit DD15 6 cilindros de 14.8 Litros / 400 a 505 cavalos. Torque 1550-1750 lb-ft. O Motor DD15 pesa 1.306 Kg e usa 45.7 litros de óleo.

 Detroit DD16 6 cilindros de 15.6 Litros / 475 a 600 cavalos. Torque 1653-2050 lb-ft. O Motor DD16 pesa 1.306 Kg e usa 43 litros de óleo. 

 O novo Cascadia também pode ser equipado com o motor Cummins X15, mas no site do fabricante não se encontra as especificações do motor.   



 O modelo pode receber os novos eixos Detroit ou Meritor. Já o conjunto de suspensão frontal pode ser uma Taper Leaf ou Hendrickson AIRTEK, já para o conjunto traseiro, o Cascadia e equipado com a AirLiner.

A caixa de machas tem as seguintes opções:

 Manual
Eaton Fuller Advantage
9, 10, 13, 15 e 18 velocidades.  

Semi automática
Detroit DT12 de 12 velocidades.

Automática
Alisson series 3000, 4000 ou 4500.

  O novo Cascadia traz diversas tecnologias e faz dele um dos caminhões mais avançados e tecnológicos da classe 8 de caminhões. O modelo também é um dos mais vendidos nos EUA. 


Lannutti Group faz pedido de 610 caminhões Iveco.


Pedido contará com os novos modelos XP e NP.

Texto de Érico Pimenta. Editor-Chefe do Midia Truck Brasil.

 A Lannutti Group, empresa de logística italiana, firmou um acordo com a Iveco no início deste mês de fevereiro, para a compra de 610 caminhões Iveco. O acordo foi firmado na cidade de Arese, Itália e contou com a participação Pierre Lahutte, presidente da Iveco Itália e com Valter Lannutti, presente da Lannutti Group. 



 Os 610 novos caminhões Iveco serão diversificados entre os modelos NP e XP. A empresa já incorpora os seguintes modelos em sua frota:

 Stralis XP AS440S48TP IVECO com motor Cursor 11 de 480 CV, com cabine Hi-Way.

 Stralis XP AT440S46TP SL, com motor Cursor 11 de 460 CV.

 Stralis AT440S46T/XP com motor Cursor 11 de 460 Cv 6x2.

 Stralis AS440S40TP NP, com motor Cursor 9 de 400 CV, com tanques duplos de LNG é uma autonomia de 1.500 km.

 Todos os modelos adquiridos vão vir com os pneus Michelin e com o programa Michelin Solution, que atende grandes frotas de caminhões e ainda auxilia na redução do consumo de combustível.

 O valor total do acordo não foi divulgado. 



Iveco faz entrega de 628 ônibus escolares ao Governo de Minas.

 Solenidade de entrega aconteceu na última sexta-feira (09/02) no ExpoMinas na capital mineira.

Texto de Érico Pimenta. Editor-Chefe do Midia Truck Brasil.

 A Iveco Bus, empresa do grupo CNH Industrial, realizou na última sexta-feira a entrega de 401 ônibus escolar que foram destinados a 308 municípios de Minas Gerais. Os ônibus (ORE2) da Iveco tem capacidade para transportar 44 alunos, e ainda conta com acessibilidade para deficientes é conta com uma cadeira de rodas. Humberto Spinetti, diretor de Negócios da IVECO BUS para a América Latina menciona: O modelo negociado com Minas Gerais é baseado no chassi 150S21, projetado para rodar em ambientes urbanos e rurais mantendo o bem-estar e a segurança dos alunos a bordo, inclusive de passageiros com mobilidade reduzida".



 Ainda neste mês serão entregues as 227 unidades restantes, em um negócio que totalizou pouco mais de R$ 150 milhões em recursos que foram captados por emendas parlamentares federais e em virtude da adesão do estado à ata do Fundo Nacional de Desenvolvimento pela Educação (FNDE).

 Essa venda de 628 unidades é a maior já registrada do modelo ORE 2 da IVECO BUS desde o seu lançamento no Brasil, em março de 2016. Através dessa marca, a CNH Industrial tem mais de 7.500 veículos em circulação no Brasil por meio do Programa Caminho da Escola, desenvolvido pelo Governo Federal.



 O 150S21, na versão ORE 2, tem capacidade máxima para 48 alunos com diferenciais os elevadores para acessibilidade, uma cadeira de rodas, porta larga com dispositivo anti-esmagamento e saída de emergência, porta-mochila no teto; redes nas costas dos assentos para acomodação do material escolar, além de ser o único da categoria com dispositivo de bloqueio de diferencial automático, que facilita a transposição de atoleiros sem a intervenção do motorista.

 Os ônibus foram construídos na unidade fabril da Iveco em Sete Lagoas-MG e tem o valor de R$ 239 mil por unidade. Cada ônibus ainda tem as duas primeiras revisões grátis e ainda contam com 2 anos de garantia. 



O que sabemos sobre a nova série especial da Scania?

Vídeo teaser foi divulgado no Facebook da montadora no Brasil e em seu canal no Youtube.

Texto de Érico Pimenta. Editor-Chefe do Midia Truck Brasil.

 A Scania vai comemorar 60 anos de atividades no Brasil em 2017, e para abrir as comemorações, a montadora apresentou um vídeo release da nova série especial que irá homenagear um mito/lenda das estradas brasileiras. O Scania 113.

Confira o vídeo:



 No vídeo acima, podemos notar que o modelo terá as cores e as faixas que era característico do Scania 113. Além disso o modelo deve contar com acessórios exclusivos, que podem ser deste de bancos em couros até outros detalhes, como a Griffin Edition que recebeu o grifo dentro da cabine. É claro que podemos criar suposições e tenta acertar alguns detalhes, porém não sabemos qual será a estratégia da Scania para essa nova série, que pode contar com acessórios da linha streamline ou algo mais “básico” devido a atual situação do mercado. Devemos lembrar novamente da Griffin Edition que era oferecida com rodas de ferro e calotas, assim também como foi a Silver Edition de 2007. 



 O Scania série 3 até hoje é aclamado como o melhor caminhão do mundo, é isso não é apenas no Brasil. Em 2016 a revista Commercial Motor, uma das mais importantes e influentes revista de transporte na Europa elegeu a série 3 como o melhor caminhão de todos os tempos.

 No Brasil o modelo entrou em produção em 1991 e foi produzida até 1998. O modelo marcou a chegada de várias tecnologias como o ABS. Durante a sua produção no Brasil, foram comercializadas 36.485 mil unidades da série 3. Segundo dado do RENAVAM em 2001, no Brasil, ainda circulava 36.399 unidades. 



Séries especial Scania.

 Com essa nova série especial, a Scania no Brasil chega a sua 9º edição especial de fábrica é uma edição de concessionária, que foi apresentada ano passado pela Brasdiesel para celebrar os 60 anos da concessionária.

 A primeira série especial apresentada pela Scania no Brasil foi em 1991, chamada de Jubileu e celebrava os 100 anos da montadora.

As séries especiais apresentadas no Brasil foram:


ANO
Série
Nome
País
Limitada
1991
Série 2
Jubileu
Brasil
200 Unidades
2000
Série 4
Millenium
Brasil
1.000 Unidades
2001
Série 4
Horizonte
Brasil
650 Unidades
2001
Série 4
Rei Da Estrada
Brasil

2007
Série 4
Silver Line
Brasil
400 Unidades
2010
New-R-Series
King Of The Road
Brasil

2012
New-R-Series
55 Anos Brasil
Brasil
440 Unidades
2015
Streamline
Griffin Edition
Brasil
300 Unidades
2016
Streamline
Brasdiesel 60 Anos*
Brasil
60 Unidades

 A tabela acima e parte do estudo realizado pelo Midia Truck Brasil para catalogar todas as series especial apresentadas ao redor do mundo. Atualmente a tabela não esta disponível para o publico em geral.  

 A nível mundial, segundo um levantamento do Midia Truck Brasil que está sendo feito deste 2011, a Scania já apresentou 56 series especiais em todo o mundo. 

A primeira série especial para uma série 3.  




 Em 1991 na Europa, a Scania apresentou a série especial “Centurion” que era montada usando como base a Scania Streamline. O modelo recebia cores especiais, além de uma plaqueta na lateral com o número da unidade. Além disso, o comprador da série especial recebia um certificado com o número da série, além de um champanhe é um jogo de toalhas com o logo da série especial bordada.   





 A Scania não revelou data de lançamento da nova série e nem qual será sua motorização.  




Top