About Me


Mercedes-Benz Sprinter é pioneira em segurança por um quarto de século



A cada nova geração, a Sprinter melhorou ainda mais sua posição em relação à segurança ativa e passiva 

 

 Em 1995, a Mercedes-Benz apresentou na Alemanha uma van recém-desenvolvida que rapidamente avançou para se tornar o modelo de referência, caracterizando toda uma categoria de veículos. Desde o início de seu desenvolvimento, ficou claro que a segurança ativa e passiva seriam os componentes centrais do conceito do modelo. A partir de então, a Sprinter manteve seu papel pioneiro neste aspecto sem interrupção. Isso começa com sua condução, que é muito semelhante à de um automóvel, por meio de suas tecnologias, como ABS e airbags, bem como pela última geração de sistemas de assistência à direção. Assim, agora em sua terceira geração, a Mercedes-Benz Sprinter continua a elevar consistentemente o padrão de outras vans. 


Até a primeira Sprinter possui ampla tecnologia de segurança 


 Na época de seu lançamento mundial, nenhuma outra van oferecia mais recursos de segurança. O pacote incluía freios a disco em todas as direções, um sistema de freios antibloqueio ABS de série, diferencial de freio automático, airbag do motorista a pedido, cintos de segurança de três pontos ajustáveis em altura e fivelas de cinto de segurança fixadas no assento. A suspensão confortável e o manuseio semelhante ao de um automóvel também são características que não devem ser subestimadas. Isso porque os motoristas que estão mais tranquilos, permanecem mais tempo alertas e, dessa forma, dirigem com mais segurança. Essa é a base da reputação da Sprinter como um símbolo de segurança. 





 E o desenvolvimento não para por aí: em 2000, o Sprinter recebeu faróis mais potentes como parte de um amplo restauro. Além da segurança ativa, a Mercedes-Benz também continua avançando na segurança passiva. O airbag do condutor agora está incluído no equipamento padrão, enquanto um airbag do copiloto está opcionalmente disponível. O airbag duplo é particularmente grande e também protege o passageiro que ocupa o assento interno do banco do acompanhante. O cockpit do piloto também foi redesenhado para manter o nível de condicionamento físico do motorista: o cockpit agora tem a aparência de automóvel. A alavanca de câmbio é redesenhada como uma alavanca de controle e realocada para uma altura fácil de alcance, melhorando ainda mais a ergonomia - e por sua vez a segurança. O próximo recurso de segurança, os windowbags, foi introduzido em 2001. 


Sprinter estabelece o benchmark mais uma vez com ESP® instalado como padrão 


 Em 2002, a Sprinter está ainda mais refinada. Os novos recursos incluem um impulsionador de freio mais potente e o Programa Eletrônico de Estabilidade ESP®, instalado como padrão inicialmente na variante fechada do modelo até uma massa bruta do veículo de 3,5 toneladas. O ESP® é uma revolução na tecnologia de segurança de vans porque pode ajudar ativamente o motorista em situações críticas de direção. Dois anos depois, o ESP® é incluído no equipamento padrão de todos os chassis Sprinter e nos anos seguintes as estatísticas mostram que os acidentes com o veículo “saindo da estrada” diminuíram drasticamente. 


Segunda geração da Sprinter: mais segura do que nunca com ADAPTIVE ESP® 


 A introdução consistente de inovações continua e isso é enfatizado pela segunda geração da Mercedes-Benz Sprinter em 2006. Esta nova geração além de uma capacidade de carga significativamente aumentada, contém uma mola de lâmina transversal GFRP no eixo dianteiro e novas molas parabólicas no eixo traseiro, complementadas por uma suspensão a ar opcional, melhorando o conforto e a segurança. A Sprinter está agora ainda mais confortável, o que é particularmente evidente no nível de preparação física do condutor em viagens de longa distância. 


 Como ADAPTIVE ESP®, o sistema agora se adapta a várias condições de carga graças à detecção de massa e centro de gravidade e, portanto, o controle é mais preciso e específico em situações críticas de direção. O mesmo se aplica à adaptação a diferentes estruturas corporais. O ESP® também é opcionalmente aprimorado com assistência de partida, evitando que o veículo role desprevenidamente para trás ao se afastar em uma inclinação. 


 O vidro do espelho grande angular adicional ajustável nos novos espelhos externos oferece a melhor visão possível para a traseira e as luzes de curva estática também estão disponíveis mediante solicitação. Um sensor de chuva e luz encarrega-se de ligar e desligar os limpa-vidros e as luzes de condução. Todas as vans Sprinter possuem rodas de 16 polegadas, pré-requisito para discos de freio de grande diâmetro e desempenho correspondente. Como medida preventiva, a Sprinter também está disponível com airbags laterais, além dos frontais. 


 Em 2009 o ESP® recebe outra função: a estabilização de reboque. Além disso, a Mercedes-Benz apresenta luzes de freio adaptáveis. Graças aos espelhos retrovisores externos aquecidos, o vidro do espelho grande angular agora é desembaçado e os faróis de nevoeiro dianteiros são recolocados em uma posição inferior para iluminar melhor a estrada. 


2013: nova Sprinter com revolucionários sistemas de assistência ao condutor 


 Em 2013, a nova Sprinter também traz novos sistemas de assistência ao motorista - alguns deles estreias mundiais para vans. O Assistente de Vento Lateral celebrou seu lançamento, por exemplo, e ele compensa quase completamente o efeito das rajadas de vento no veículo. Equipamento padrão em todas as variantes fechadas, em breve ele também estará disponível para Sprinters com carrocerias separadas. 


 O COLLISION PREVENTION ASSIST inclui as funções de aviso de distância, sistema de assistência à travagem adaptável Brake Assist Pro e mais uma fase de aviso em caso de risco agudo de colisão. Além disso, o Alerta de Ponto Cego avisa aos motoristas sobre a existência veículos na faixa ao lado ou no chamado ponto cego ao mudar de faixa. 


 Com esses sistemas de assistência ao condutor, a Mercedes-Benz destaca seu papel pioneira em tecnologia de segurança para vans e apresenta uma vantagem decisiva, ajudando a evitar acidentes. Isto também se aplica às medidas que envolvem a suspensão, uma vez que baixá-la em 30 mm aumenta a dinâmica do veículo e a precisão da direção de forma perceptível graças a um centro de gravidade mais baixo. 


A terceira geração da Sprinter aumenta ainda mais a segurança 


 Conectividade e diversidade são o foco da terceira geração da Sprinter. No entanto, no que diz respeito às características de segurança, a Mercedes-Benz Vans também eleva o veículo a um novo nível. O Active Distance Assist DISTRONIC disponível na Alemanha, por exemplo, pode aliviar o condutor ao manter automaticamente uma distância suficiente do veículo da frente a partir de uma velocidade de 20 km/h. Além disso, um sensor de radar no parachoque dianteiro determina os dados necessários para isso. 


 O sistema detecta mudanças de faixa ou manobras de frenagem de outros usuários da estrada e pode reagir imediatamente, pois em uma emergência, o sistema de assistência de advertência de distância ativa pode travar a Sprinter até que ela pare completamente. Além disso, outros sistemas de assistência ao condutor introduzidos na nova Sprinter incluem uma câmera de ré com uma imagem no espelho retrovisor interno. 


Prevenção é melhor que a cura 


 Desde 1995, o desenvolvimento da Sprinter reforça que é melhor prevenir do que remediar, uma vez que a prevenção de acidentes é mais prudente do que mitigar suas consequências. A Sprinter se beneficia de seu estilo de direção semelhante ao de um automóvel e do desenvolvimento de sistemas de assistência ao condutor para veículos de passageiros da Mercedes-Benz, visto que sua tecnologia de segurança também foi introduzida na Sprinter, se adaptando aos requisitos e condições especiais das vans. 


Postar um comentário

0 Comentários