About Me


Projeto de Lei pede que limite de 3.500 kg passe para 6.000 kg para a categoria B


Caso o novo limite seja aprovado, motoristas com categoria B podem dirigir Pick-Up de grande porte com reboque 

 

 O Projeto de Lei 3942/20 pede que o limite de 3.500 kg passe para 6.000 kg no limite de peso brito total da combinação do veículo e unidade acoplada, ou seja, um reboque que pode ser conduzido por um motorista habilitado na categoria B.  


 De acordo com deputado, Marcio Alvino (PL-SP) “As principais caminhonetes hoje no mercado, em geral conduzidas por motoristas da categoria B, possuem quase 3.000 kg sozinhas, o que praticamente impede a utilização com reboques ou caretinhas”.  





 Vale ressaltar que a proposta pede alteração apenas no limite de peso, já o limite de ocupação, 8 lugares se mantem.  

 

 A proposta altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) no trecho que define as habilitações dos condutores das categorias de A, B, C, D e por fim E.  

 

 Além do ponto levantado pelo deputado, vale lembrar que atualmente, tanto a Volkswagen como a Iveco oferecem caminhões leve que podem ser dirigidos com a categoria B, no caso da VW é o Delivery Express que é equipado com motor Cummins ISF 2.8L e 150 cavalos e tem o Peso Bruto Total homologado de 3.500 e PBT Técnico de 4.400 kg de acordo com as informações no site da montadora.  


Volkswagen Delivery Express, modelo que pode ser dirigido com a categoria B. Divulgação: WWCO

 Já a italiana Iveco oferta ao mercado o modelo Daily 35-150 que é equipado com motor FPT Industrial F1C de 2.9 litros e 146 cavalos. O modelo tem o Peso Bruto Total homologado de 3.500 e o PBT Técnico de 4.200 KG. 


Iveco Daily 35-150, modelo pode ser dirigido com categoria B. Divulgação Iveco 

Texto de Érico Rafael Pimenta com informações de Auto Papo e Agência Câmera de Notícias  


Postar um comentário

0 Comentários